Suécia aproveita fator-casa e domina Mundial de Rollerski

Linn Soemskar se destacou no Mundial de Rollerski (Reprodução)

Normalmente sede de provas de esqui alpino e esqui cross-country, a cidade de Solleftea, na Suécia, organizou a disputa do Mundial de Rollerski nesse último fim de semana. As provas foram realizadas entre 3 e 6 de agosto e reuniu alguns dos melhores competidores da modalidade.

Donos da casa, os atletas suecos não decepcionaram e conquistaram quatro dos oito ouros disponíveis na categoria adulta. A Rússia, com dois triunfos, a Itália e a Noruega também comemoraram na competição. Já a Eslováquia foi o quinto país a subir no pódio, com duas medalhas de prata e uma de bronze. 

Quem roubou a cena foi a sueca Linn Soemskar na disputa feminina. Atleta de elite do esqui cross-country, ela garantiu a festa da torcida ao conquistar três ouros e um bronze nas quatro provas realizadas. Apenas a russa Olga Letucheva conseguiu superá-la na prova de sprint em técnica livre e ficou com o título - a eslovaca Alena Prochazkova foi prata.

O primeiro ouro de Soemskar foi na corrida de 18km em técnica livre. Ela conseguiu o tempo total de 36min39seg4 e 41.65 pontos - a também sueca Maja Dalhqvist foi prata e a russa Svetlana Nikolaeva completou o pódio. Depois, na largada coletiva de 16km em técnica clássica, a atleta completou o percurso em 41min53seg4 e 40.35 pontos - Prochazkova foi a segunda e Dahlqvist a terceira. Por fim, no sprint por equipe, Soemskar e Dahlqvist conquistaram o título com 17min03seg9, à frente das duplas da Rússia e da Itália, respectivamente prata e bronze. 

Entre os homens, Anders Svanebo garantiu mais um título para a Suécia ao vencer a corrida de 22,5km em técnica livre com 40min06seg6 e 20.29 - Alexander Bolshunov, da Rússia, foi o segundo e Even Hippe, da Noruega, o terceiro. Bolshunov, contudo, conseguiu vencer a prova de largada coletiva 20km em técnica clássica com 44min35seg8. Svanebo, dessa vez, ficou com a prata e Robim Norum, também da Suécia, completou o pódio. 

Na prova de sprint em técnica livre masculina, o italiano Emanuele Becchis garantiu o único título mundial do país europeu ao chegar à frente do norueguês Jostein Olafsen, prata, e do russo Vitaliy Smirnov, bronze. Já no sprint por equipes em técnica livre, a dupla da Noruega ficou com o ouro ao completar o percurso em 24min45seg9 - a Suécia terminou na segunda posição e a Eslováquia foi a terceira colocada.

Após a disputa do Mundial, os atletas de rollerski voltam suas atenções para a sequência da Copa do Mundo da modalidade durante o verão europeu. Restam duas etapas: a próxima será em Madona, na Letônia, entre 11 e 13 de agosto. Já o encerramento acontecerá em Trento-Monte Bondone, na Itália, entre 8 e 10 de setembro. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.