Lucas Lima e Leandro Lutz conquistam Brasileiro de esqui cross-country

Lucas Lima é o novo campeão brasileiro de cross-country (Divulgação/CBDN)

A jovem geração de atletas do esqui cross-country brasileiro continua pedindo passagem neste ciclo olímpico. Após ver o colega Victor Santos assumir a liderança do ranking nacional, o atleta Lucas Lima, 15 anos, conquistou o título de sprint do Campeonato Brasileiro da modalidade na última terça-feira, 15 de agosto. 

A prova de sprint clássico aconteceu em Ushuaia, na Argentina, e foi homologada pela FIS. Portanto, contou com a participação de atletas argentinos, um venezuelano e um equatoriano e somou pontos para o ranking internacional de esqui cross-country. Nesta etapa, apenas os atletas masculinos participaram da corrida. 

Lucas Lima foi o melhor atleta brasileiro ao garantir a medalha de bronze na classificação geral, atrás apenas dos argentinos Matias Zuloaga, ouro, e Marco Dal Farra, prata. Na classificatória, o brasileiro também foi o terceiro com 3min58seg02 e 306.31 pontos FIS - acima do índice necessário para os Jogos Olímpicos de Inverno. Victor Santos ficou com a segunda posição na competição nacional e Paulo Santos completou o pódio da CBDN.

"Gostei bastante da qualificatória porque consegui fazer o que havia planejado. Não consegui aplicar 100% da técnica por conta da condição da neve e do forte vento, que nunca vi igual antes em uma competição. Mas isso é aprendizado", salientou o mais novo campeão brasileiro. 

Vale lembrar que Lucas é mais um fruto do belíssimo trabalho do Projeto Social Ski na Rua, idealizado pelo ex-atleta olímpico Leandro Ribela. O jovem é da segunda geração de atletas que migraram para a neve e, mesmo em idade júnior, já consegue resultados iguais - ou melhores - do que a equipe brasileira adulta. 

"Nunca tive noção de que poderia competir de igual para igual com os mais velhos, mas com os treinos e os primeiros resultados aparecendo, percebi que deveria focar nisso. Não é tarefa fácil, mas eu venho me esforçando para competir com eles", prosseguiu Lucas. 

Leandro Lutz (reprodução/facebook)
No dia seguinte, os atletas Leandro Lutz, Paulo Santos e Victor Santos encararam uma corrida de 10km em técnica livre válida pelo Campeonato Brasileiro também em Ushuaia, na Argentina. O título brasileiro ficou com Leandro Lutz, que alcançou a terceira posição geral com o tempo de 27min12seg8 e 220.59 pontos (dentro do índice B olímpico). 

Victor Santos foi o quinto colocado, com 28min26seg9 e 260.83 pontos, e ficou com a prata no Campeonato Brasileiro. Já Paulo Santos foi o sexto, com 31min46seg3 e 369.13 pontos, e completou o pódio. O argentino Matias Zuloaga venceu com 24min33seg0 e 133.80 pontos FIS, seguido pelo seu compatriota Federico Cichero, que completou o percurso em 26min19seg0 e 191.37 pontos FIS. 

Essa foi apenas a primeira parte do Campeonato Brasileiro de Esqui Cross-Country. A segunda parte envolve a disputa feminina e acontecerá entre os dias 3 e 8 de setembro nos resorts de Termas de Chillan, no Chile, e Caviahue, na Argentina. 

Hélio Freitas participa do World Loppet em Ushuaia

Um dos pioneiros do esqui cross-country do Brasil e participante dos Jogos Olímpicos de Inverno de Turim, em 2006, Hélio Freitas segue encarando provas de longa distância na modalidade. Nesta temporada, ele novamente participou da prova do World Loppet, em Ushuaia, na Argentina. 

A competição caracteriza-se pelas longas distâncias nos percursos. Em Ushuaia, por exemplo, foram 48 km em técnica clássica e largada coletiva. Hélio conquistou uma excelente sexta posição geral com o tempo de 2h52min40seg. Ele foi o único atleta brasileiro nesta distância. 

Já o trajeto de 24km teve a presença de seis atletas brasileiros. Victor Santos ficou na terceira posição geral com 1h06min46seg e puxou a fila da CBDN, com Leandro Lutz (4º), Lucas Lima (5º), Rhaick Bomfim (6º), Paulo Santos (7º) e Leandro Ribela (8º). Marco Dal Farra, da Argentina, venceu nos metros finais com 1h05min31seg. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.