CBDN realiza Campeonato Brasileiro de Biatlo em Portillo

Pódio masculino do Brasileiro de Biatlo (Divulgação/CBDN)

Após a jovem Isabella Springer abrir a temporada sul-americana de inverno para o Brasil, a CBDN organizou o seu primeiro torneio nacional deste ano. A entidade esteve presente em Portillo, no Chile, e organizou a disputa do Campeonato Brasileiro de Biatlo. As provas aconteceram entre 5 e 7 de agosto em meio à Copa Sul-americana da modalidade.

Os atletas participaram de duas provas: o sprint (10km para os homens e 7,5km para as mulheres) e a largada coletiva (12,5km masculino e 10km feminino). Mirlene Picin, no feminino, e Fabrizio Bourguignon, no masculino, sagraram-se campeões nacionais de biatlo desta temporada. 

Mirlene, mais uma vez, se destacou por subir ao pódio também na competição internacional. Ela ficou na terceira posição do sprint com o tempo de 28min14seg0, cinco tiros errados e desempenho de 2,73% - a vencedora foi Cecilia Dominguez, da Argentina, e a chilena Claudia Salcedo ficou com a prata. Na largada coletiva, a brasileira repetiu o bronze com 51min14seg0, 15 tiros desperdiçados e 3,51% - Dominguez e Salcedo repetiram o pódio. 

"O maior desafio aqui, sem dúvida, é a altitude. Submeter-se a um grande esforço a quase 3 mil metros não é tarefa fácil, mas acredito que consegui colocar em prática os últimos três meses de treinos e brigar igualmente com as militares chilenas e argentinas. Evolui bastante, mas ainda há muita coisa para ajustar e aprender. Fiquei bem satisfeita com os resultados, embora o aproveitamento no tiro tenha me impossibilitado de brigar pelo ouro sul-americano", afirmou Mirlene. 

Entre os homens, Fabrizio Bourguignon venceu o sprint no Campeonato Brasileiro de Biatlo com 33min54seg0, quatro tiros ruins e 8,79% de desempenho. Leandro Lutz foi o segundo, com o tempo total de 34min45seg0, cinco tiros errados e 11,52%. Já o jovem Lucas Martins completou o pódio com 36min21seg0, cinco erros no tiro e 16,65%. Na Copa Sul-americana, os brasileiros terminaram, respectivamente, nas 11ª, 12ª e 14ª posições. Axel Ciuffo, da Argentina, venceu a prova, seguido pelo seu compatriota Damian Barcos, prata, e do chileno Yonathan Fernández, bronze. 

Na largada coletiva, Fabrizio Bourguignon novamente foi o melhor brasileiro com o tempo de 45min48seg0, cinco tiros desperdiçados e 9,74% de desempenho, terminando na oitava posição geral na competição sul-americana. Leandro Lutz completou o percurso em 48min50seg0, 12 tiros errados e 16,72%, conquistando a 11ª colocação. Lucas Martins, por sua vez, obteve 51min34seg0, 14 tiros para fora e 23,25%, ficando em 12º. Ciuffo, Barcos e Fernández repetiram o pódio masculino. 

"Este ano chegamos com alguns dias de antecedência, o que foi um diferencial. Na prova de largada coletiva, pegamos uma pista mais pesada, pois a neve estava mais solta e não compacta. Estou contente por ter atirado muito bem, fui o segundo melhor nesse quesito. Cheguei bem inteiro e este ano estou me sentindo muito bem fisicamente. Foi o melhor melhor resultado em sul-americanos", comemora Fabrizio Bourguignon. 

A preparação dos brasileiros incluiu uma corrida de esqui cross-country também na neve chilena de Portillo. Na prova feminina de 10km em técnica livre, Mirlene Picin ficou na terceira posição. Já nos 15km masculino em técnica livre, Leandro Lutz foi o 10º, Fabrizio Bourguignon foi o 13º e Lucas Martins o 17º.

Agora, os atletas da CBDN voltam suas atenções para as provas de esqui cross-country válidas para o ranking internacional. Ushuaia, na Argentina, recebe corridas em agosto. Já Termas de Chillan, no Chile, realiza algumas disputas em setembro. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.