Temporada do hemisfério Sul começa com novidade brasileira

Isabella Springer (Reprodução)

Chega de fazer pré-temporada e planejamento. A temporada sul-americana de inverno começou oficialmente nesse último fim de semana e vai movimentar todos os principais atletas do continente em busca de vagas nos Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang, em 2018. A primeira disputa foi no esqui alpino, em El Colorado, no Chile, entre 27 e 28 de julho. 

O resort chileno organizou uma corrida de slalom e outra de slalom gigante tanto entre os homens quanto entre as mulheres. E foi na disputa feminina que o Brasil apresentou uma novidade. Filiada desde o fim da temporada passada, a jovem Isabella Springer, 16 anos, estreou na seleção brasileira de esqui alpino. 

A atleta participou das duas provas. No slalom gigante, realizado no dia 27, Isabella ficou na 15ª posição, com 1min40seg99 e 194.23 pontos FIS - a vencedora foi a argentina Carolina Blaquier, com 1min28seg18 e 51.86 pontos. No dia seguinte, na corrida do slalom, ela foi a 12ª, com 2min00seg98 e 241.07 pontos FIS - Noelle Barahona, do Chile, foi a vencedora com 1min40seg24 e 92.10 pontos.

O Brasil Zero Grau já entrou em contato com a jovem para conhecer um pouco mais da história de mais uma atleta do Brasil no esqui alpino. O que se sabe é que Isabella segue o roteiro de seus colegas de seleção, sendo filha de brasileiros que reside na Europa. Ela possui uma campanha de financiamento coletivo e espera lutar pela classificação olímpica já nesta temporada. Para isso, precisa ter cinco provas abaixo dos 140 pontos FIS. 

Nas corridas masculinas em El Colorado, os atletas do Chile aproveitaram o fator casa e conquistaram duas medalhas de ouro. No slalom gigante a vitória foi de Andres Figueroa, com 1min24seg65 e 45.57 pontos FIS. Depois, no slalom, Francisco Allendes venceu com 1min29seg74 e 50.25 pontos FIS.

A temporada de inverno do hemisfério sul pode até não ter o mesmo glamour do período oficial de competições (entre outubro e março), mas costuma atrair um bom número de atletas que desejam aprimorar o treinamento na neve. Por ser véspera da temporada olímpica, o calendário ainda reserva boas competições entre agosto e setembro. 

O destaque é a etapa da Copa do Mundo de Snowboardcross, que acontece em Cerro Catedral, na Argentina, entre 8 e 10 de setembro, logo após a disputa do Campeonato Brasileiro em Corralco, no Chile. Cardrona, na Nova Zelândia, também receberá etapas da Copa do Mundo de snowboard e esqui livre slopestyle e halfpipe. 

Já os resorts chilenos e argentinos receberão etapas da Copa Sul-americana de esqui alpino, que valem pontos para o ranking internacional e, consequentemente, para a classificação olímpica. Já o esqui cross-country ficará concentrado em Ushuaia, na Argentina, e em Termas de Chillan, no Chile. 

Além de Isabella Springer, a delegação brasileira de esportes na neve estará praticamente completa na América do Sul. Isabel Clark, Lucas Rezende, Leandro Lutz, Victor Santos, Fabrizio Bourguignon, Mirlene Picin, Bruna Moura, Caio Moreira, Altair Firmino, Gabriela Neres, Jaqueline Mourão, Leila Mostaço, Guilherme Grahn, Michel Macedo, entre outros, participarão de diferentes provas nas próximas semanas. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.