CBDN e Ufscar organizam curso para gestão de eventos de inverno

Caio Freixeda ministra curso de gestão de eventos de inverno (Divulgação)

Após fechar uma parceria com a Universidade Federal de São Carlos (Ufscar) em junho, a CBDN deu mais um passo para a inserção das modalidades de neve entre os alunos da instituição de ensino. No último sábado, 1º de julho, as duas entidades organizaram o primeiro Curso de Gestão e Organização de Eventos de Inverno. 

A atividade foi conduzida por Caio Freixeda, gestor técnido da CBDN responsável pelo esqui cross-country e biatlo. No total, 40 pessoas estiveram presentes, sendo 25 alunos da Ufscar. Os participantes puderam aprender um pouco mais sobre o panorama geral dos esportes de inverno, os aspectos teórico-práticos, noções gerais sobre organização de eventos, regras e arbitragem das modalidades. 

O objetivo do curso - e da parceria - é disseminar o conhecimento e as experiências adquiridas com os eventos organizados pela Confederação Brasileira de Desportos na Neve nos últimos anos. Dessa forma, é possível capacitar novos profissionais para atuar no planejamento, gestão e execução de novas competições - especialmente o Circuito Brasileiro de Rollerski. 

"A ideia da CBDN é criar um grupo de profissionais para compor o comitê de organização das provas do Circuito de Rollerski. O evento cresceu de prote e nível e, para dar continuidade nesta evolução, faz-se necessária a formação de novas pessoas", afirmou Caio Freixeda. 

Tanto que a sequência do Curso de Gestão e Organização de Eventos de Inverno será entre os dias 12 e 13 de julho, também em São Carlos (SP), com a segunda etapa do Circuito Brasileiro de Rollerski desta temporada. Os alunos terão a oportunidade de vivenciar na prática a organização de um torneio voltado a uma modalidade de inverno. 

Capacitação

Não foram apenas os alunos da Ufscar que puderam aprofundar seus conhecimentos sobre o esqui cross-country e biatlo. No mesmo fim de semana, a CBDN reuniu em São Carlos mais de 15 profissionais que já vêm atuando nos núcleos dessas modalidades em São Paulo e Jundiaí para continuar com a formação dessas pessoas. 

A programação incluiu reuniões para atualização do planejamento e estratégias e também para definição de metas de curto, médio e longo prazo - além de sessões práticas de rollerski, mini-atletismo e preparação de esquis. "Com o crescimento das atividades nos núcleos de São Paulo e Jundiaí, percebemos a necessidade de reunir os profissionais envolvidos para dar sequência na capacitação, visando apoiar nossos atletas com a qualidade desejada", explicou Leandro Ribela, técnico da equipe brasileira de esqui cross-country. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.