Isadora Williams participa do Chesaepake Open de patinação artística

Isadora Williams compete no Chesapeake Open 2017 (divulgação/CBDG)

Principal estrela da equipe brasileira de patinação artística, Isadora Williams inicia neste fim de semana a temporada mais importante de sua carreira. De olho na classificação olímpica, a atleta participa do Chesapeake Open, uma competição local nos Estados Unidos, entre a quinta-feira, 22 de junho, e o sábado, dia 24. 

Este é o primeiro torneio de Isadora após o Mundial de patinação artística no gelo, em março. Depois dele, a representante do Brasil deve disputar mais dois eventos antes do principal desafio do segundo semestre: o Troféu Nebelhorn em setembro, na Alemanha, com a distribuição das últimas seis vagas disponíveis nos Jogos Olímpicos de PyeongChang.

Portanto, mais do que a classificação final, o que a brasileira almeja no Chesapeake Open é justamente testar e experimentar suas novas coreografias e figurinos. No programa curto, ela irá se apresentar ao som da música Hallelujah, de autoria de Leonard Cohen e com interpretação de KD Lang. Já no programa longo a música escolhida foi Nyah, de Hans Zimmer e tema do filme "Missão Impossível 2"



Assim, caso Isadora resolva corrigir algum elemento em suas apresentações, ela tem um tempo razoável para realizar a alteração sem afetar o planejamento para o Troféu Nebelhorn. Ela tenta repetir o feito obtido em 2013. Na ocasião, a jovem ficou com a última vaga e se tornou na primeira brasileira a participar dos Jogos Olímpicos na patinação artística no gelo. 

Para conseguir brilhar nesta temporada, Isadora Williams não está sozinha. Além do apoio fundamental da CBDG, do COB e do Ministério dos Esportes, a atleta também contou com os seguintes patrocinadores: Edea (botas), John Wilson Blades (lâminas), CPQi (vestido) e #Hash (website), além do dinheiro já arrecadado no financiamento coletivo para os treinos de saltos.

Amanda Kalluf

Quem também iria participar do Chesapeake Open era Amanda Kalluf, caçula da equipe brasileira de patinação artística. A jovem subiu para a categoria júnior nesta temporada, mas acabou sofrendo um corte de sete pontos no pé e ficou afastada dos treinamentos nas últimas semanas. Contudo, ela viajou com Isadora até o local da competição e vai avaliar no momento da apresentação se encara - ou não - a disputa. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.