Brasil perde e vai fazer jogo da vida no Mundial de Hóquei Inline

Brasil não conseguiu passar pela Eslovênia (Jan Sukup)

A equipe brasileira bem que tentou, conseguiu equilibrar a partida no primeiro período, mas não conseguiu fazer frente à Eslovênia nas quartas de final da Divisão 1 do Mundial de Hóquei Inline da IIHF. A partida terminou em 14 a 4 e aconteceu nessa quinta-feira, 29 de junho, em Bratislava, capital da Eslováquia.

Com o resultado, o Brasil dá adeus à chance de medalha e, agora, vai brigar para fugir das últimas três colocações (que rebaixam as equipes para a zona de classificação na próxima temporada). Já os eslovenos seguem como favoritos ao título após vencerem suas três partidas na primeira fase da competição.

Mesmo assim, os brasileiros chegaram a sonhar com um desfecho diferente. No primeiro período, por exemplo, a equipe chegou a estar vencendo por 2 a 1 e foi para a primeira parada com uma derrota parcial de 3 a 2. No segundo período, porém, tudo mudou. A Eslovênia fez cinco gols e praticamente liquidou o jogo. Depois, bastou a equipe europeia administrar o placar para avançar à semifinal. 

Com dois gols e uma assistência, Bruno Gomes foi o destaque brasileiro nas quartas de final. Felipe Geraldini e Xande Guilardi fizeram os outros gols brasileiros. Pelo lado da Eslovênia, Jure Sotlar foi o principal destaque, com três gols e quatro assistências. Gregor Koblar, Mateuz Erman, Ales Fajdiga e Jan Leben fizeram dois gols - Miha Brus, Blaz Tomazevic e Marcel Lavrisa completaram o placar. 

Agora, a Eslovênia enfrenta o Reino Unido na semifinal - os britânicos derrotaram a Argentina por 5 a 3. Já a Letônia, líder do grupo do Brasil e também favorita ao título, goleou a Nova Zelândia por 12 a 4 e enfrenta a Austrália na outra semi do Mundial de Hóquei Inline - os australianos venceram a Hungria por 4 a 2. 

Já o Brasil faz um jogo-chave nesta sexta-feira, 30 de junho, às 13h no horário local (8h no horário de Brasília). A equipe enfrenta a Argentina para ganhar uma sobrevida na competição. Quem ganhar esse duelo enfrenta o vencedor do confronto entre Nova Zelândia e Hungria para definir quem fica na quinta posição. Abaixo disso, as equipes serão rebaixadas à zona de classificação ao Mundial. 

Atual campeão dá adeus na elite 

Campeão do Mundial de Hóquei Inline em 2015, o Canadá deu adeus ao bicampeonato nessa temporada. A equipe perdeu para a República Tcheca por 8 a 2 nas quartas de final da competição. Agora, os tchecos enfrentam os Estados Unidos na semifinal. Os norte-americanos derrotaram a Alemanha por 4 a 1.

Vice-campeões em 2015, os finlandeses atropelaram a Croácia por 11 a 2 nas quartas e fazem o clássico escandinavo contra a Suécia na outra semifinal. Os suecos surpreenderam e eliminaram a Eslováquia, dona da casa, por 6 a 4. Os jogos decisivos acontecem nessa sexta-feira, 30 de junho. 

República Tcheca atropelou os atuais campeões (Jan Sukup)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.