Michel Macedo e Guilherme Grahn competem no esqui alpino

Michel Macedo (Divulgação/CBDN)

Colegas da equipe brasileira de esqui alpino e principais nomes do país na modalidade, Michel Macedo e Guilherme Grahn estão aproveitando o fim da temporada no hemisfério norte para melhorarem suas marcas no ranking internacional. Ambos estiveram presentes em provas neste fim de semana. 

Dono dos recordes nacionais no slalom e slalom gigante, Michel Macedo participou de quatro corridas no resort de Mammoth Mountain, nos Estados Unidos, e conquistou duas medalhas de prata no slalom. Na primeira, ele obteve o tempo de 1min36seg39 e 39.80 pontos FIS, apenas seis décimos atrás do canadense Justin Alkier. Depois, foi o segundo colocado com 1min39seg78 e 43.35 pontos FIS - Alkier venceu novamente. 

Além disso, Michel competiu em duas corridas de slalom gigante. Ele foi o sétimo colocado na primeira prova com 2min12seg93 e 46.02 pontos FIS - Joseph Young, do Canadá, venceu com 2min10seg98. Na segunda o brasileiro ficou em sexto, com 2min03seg49 e 49.99 pontos FIS - Young conseguiu a segunda medalha dourada com 2min01seg24. 

Enquanto Michel competia nos Estados Unidos, Guilherme Grahn participou de uma prova de slalom, sua especialidade, em Lindvallen, na Suécia. Ao lado dos principais atletas escandinavos, o brasileiro terminou na 46ª posição, com 1min32seg07 e 62.28 pontos FIS - um pouco acima de sua média nesta disciplina. O sueco Mattias Hargin, atleta com seis pódios de Copa do Mundo de Esqui Alpino, foi o campeão com 1min25seg74. 

Michel Macedo e Guilherme Grahn também fazem uma briga sadia pela vaga olímpica do Brasil no esqui alpino. Atualmente, o país tem direito a uma cota entre os homens. Guilherme tem o índice olímpico A, por estar entre os 500 melhores no ranking internacional do slalom, mas é Michel que vive boa fase e também possui resultados melhores no slalom gigante. Contudo, não me surpreenderia se o país conquistasse mais uma cota olímpica A até o fim de 2017. 

Tanto que os dois nem pensam em encerrar esta temporada. Michel deve encarar provas de downhill e Super G entre 13 e 14 de abril, enquanto que Guilherme Grahn vai participar de mais três corridas de slalom na Suécia neste mesmo período. 

Guilherme Grahn (Reprodução)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.