Mikaela Shiffrin confirma título geral da Copa do Mundo de Esqui Alpino

Mikaela Shiffrin conquista primeiro Globo de Cristal (Agence Zoom)

Aos 22 anos, a norte-americana Mikaela Shiffrin deu mais um passo para se transformar em uma das principais atletas de esqui alpino neste fim de semana. Tricampeã mundial no slalom e campeã olímpica em 2014, a jovem confirmou o título geral da Copa do Mundo da modalidade em Aspen, nos Estados Unidos.

Confirmado na última etapa da competição, o Globo de Cristal para a jovem era questão de tempo. Líder em grande parte da temporada, ela viu a suíça Lara Gut, sua principal rival, abandonar a disputa após sofrer uma grave lesão na véspera do Mundial, em fevereiro. No total, Shiffrin terminou com 1643 pontos, contra 1325 da eslovena Ilka Stuhec. 

Shiffrin sequer precisou vencer em Aspen para garantir o título. Ela ficou na segunda posição da prova de slalom, atrás da eslovaca Petra Vlhova, vencedora com 1min32seg00 - Frida Hansdotter, da Suécia, completou o pódio. No slalom gigante, a norte-americana foi apenas a sexta colocada e viu as italianas dominarem o pódio: Federica Brignone venceu com 1min58seg01, à frente de suas compatriotas Sofia Goggia, prata, e Marta Bassino, bronze. 


Nas provas de velocidade entre as mulheres, Ilka Stuhec bem que tentou continuar na disputa do título geral da Copa do Mundo de Esqui Alpino. Ela venceu o downhill com 1min36seg95, deixando a norte-americana Lindsey Vonn na segunda posição e Sofia Goggia em terceira. Já no Super G a competidora da Eslovênia foi prata, atrás apenas da liechtensteinense Tina Weirather, vencedora com 1min11seg66 - Federica Brignone foi bronze. 

Entre os homens, o austríaco Marcel Hirscher já havia conquistado o hexacampeonato no circuito de esqui alpino na penúltima etapa. Mesmo assim, ele venceu a prova de slalom gigante com 1min49seg79 - o alemão Felix Neureuther foi o segundo e o francês Mathieu Faivre ficou em terceiro. No slalom o campeão ficou em quarto e viu o sueco Andre Myhrer voltou a vencer uma etapa após um ano com o tempo de 1min27seg97. Felix Neureuther novamente ficou com a medalha de prata e o austríaco Michael Matt ganhou o bronze. 

Nas provas de velocidade, o italiano Dominik Paris foi o mais rápido no downhill com 1min33seg07, à frente de seu compatriota Peter Fill, segundo, e do suíço Carlo Janka, terceiro. No Super G, a vitória foi do austríaco Hannes Reichelt, com 1min08seg22. Paris ficou com a prata e o bronze foi dividido entre Mauro Caviezel, da Suíça, e Aleksander Kilde, da Noruega. 

Marcel Hirscher encerrou o ranking masculino da Copa do Mundo com 1599 pontos, contra 924 do norueguês Kjetil Jansrud. Agora, os principais atletas de esqui alpino aproveitam as férias. Em julho começa a temporada do hemisfério sul, com provas na Argentina e Chile. Já a Copa do Mundo retorna no último fim de semana de outubro em Sölden, na Áustria. 

Confira os campeões de cada disciplina na Copa do Mundo de Esqui Alpino: 

Slalom: Mikaela Shiffrin (EUA) e Marcel Hirscher (Áustria)
Slalom gigante: Tessa Worley (França) e Marcel Hirscher (Áustria)
Super G: Tina Weirather (Liechtenstein) e Kjetil Jansrud (Noruega)
Downhill: Ilka Stuhec (Eslovênia) e Peter Fill (Itália)
Combinado: Ilka Stuhec (Eslovênia) e Alexis Pinturault (França)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.