Marcel Hirscher faz história na Copa do Mundo de Esqui Alpino

Marcel Hirscher conquista o hexacampeonato no esqui alpino (Agence Zoom)

O austríaco Marcel Hirscher conquistou neste último fim de semana, entre 4 e 5 de março, mais um feito para sua gloriosa carreira. Recém-completado 28 anos, ele confirmou o título da Copa do Mundo de Esqui Alpino desta temporada. Mais do que isso: conseguiu o inédito hexacampeonato na competição.

O sexto Globo de Cristal em sua carreira foi confirmado na corrida de slalom gigante em Kranjska Gora, na Eslovênia. Hirscher conseguiu o tempo combinado de 2min24seg31 e ficou à frente do norueguês Leif Kristian Haugen, prata, e do sueco Matts Olsson, bronze. O atleta ainda ficou fora do pódio na corrida do slalom, vencida pelo seu compatriota Michael Matt com 1min48seg26 - Stefano Gross, da Itália, foi o segundo e Felix Neureuther, da Alemanha, foi o terceiro.

Com o desempenho, Marcel Hirscher chegou aos 1425 pontos e abriu mais de 500 pontos de vantagem sobre Kjetil Jansrud, o atual vice-líder. Como restam apenas quatro corridas para o encerramento da temporada masculina, ele não pode ser mais alcançado por nenhum rival. 



No feminino, Mikaela Shiffrin, dos Estados Unidos, ainda não confirmou o título geral da Copa do Mundo de Esqui Alpino, mas também está em uma situação confortável. Ela possui 1323 pontos, quase 200 a mais do que a eslovena Ilka Stuhec, sua principal rival. Contudo, a norte-americana ainda vai participar de quatro provas nas disciplinas técnicas (slalom e slalom gigante). 

Neste fim de semana, com provas de velocidade em Jeongseon, na Coreia do Sul, Shiffrin torceu para que a atleta da Eslovênia não vencesse suas provas - e deu certo. No downhill, a vencedora foi Sofia Goggia, da Itália, com 1min38seg80, seguida por Lindsey Vonn, dos Estados Unidos, e por Ilka Stuhec. No Super G o pódio foi o mesmo, com vitória de Goggia em 1min20seg35. 

As mulheres voltam a competir nesta semana, entre 10 e 11 de março, em corridas de slalom e slalom gigante em Squaw Valley, nos Estados Unidos - o cenário perfeito para Mikaela Shiffrin encaminhar o título da temporada. Depois, entre 15 e 19, acontece a última etapa feminina e masculina em Aspen, também nos Estados Unidos. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.