Na Europa, brasileiras competem no esqui cross-country

Mirlene Picin competiu na Espanha neste fim de semana (Reprodução)

Grande parte da equipe brasileira de esqui cross-country já retornou ao Brasil e entrou de férias, mas algumas atletas do país ainda aproveitam a neve no hemisfério norte para competirem e melhorarem suas marcas. Neste fim de semana, por exemplo, Mirlene Picin e Leila Mostaço estiveram presentes em provas na Europa. 

Mirlene esteve em Candanchu, na Espanha, entre 11 e 12 de março. Na primeira prova, 5km em técnica livre, ela ficou na sexta posição com 14min17seg6 e 231.49 pontos FIS - a vencedora foi a espanhola Maria Iglesias, com 12min46seg4 e 136.29 pontos. 

Depois, nos 5km em técnica clássica, a atleta do Brasil ficou na nona colocação, com 19min41seg9 e 280.21 pontos FIS - Alba Puigdefabregas, também da Espanha, foi a primeira com 16min41seg7 e 136.29 pontos. Os dois resultados de Mirlene Picin estão dentro do índice olímpico B (menos de 300 pontos) e a credenciam a lutar pela vaga olímpica do Brasil nos Jogos de Inverno em PyeongChang. 

Leila Mostaço, por sua vez, esteve presente em Albu, na Estônia, para uma prova de 5km em técnica clássica no dia 12 de março. A brasileira foi a sexta colocada com 23min42seg9 e 542.29 pontos FIS - Laura Alba, atleta da casa, venceu a corrida com 15min15seg8 e 99.31 pontos. 

Mesmo na metade do mês de março, as mulheres do Brasil seguem competindo no esqui cross-country. Leila Mostaço, por exemplo, está escalada para duas provas em Seefeld, na Áustria, neste fim de semana, 17 e 18 de março. Jaqueline Mourão também não se despediu da temporada e deve competir em três provas na Finlândia em abril. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.