Elise Christie e Yi Ra Seo conquistam Mundial de Pista Curta

Elise Christie comemora seus primeiros títulos mundiais (Divulgação/ISU)

Aos 26 anos, a britânica Elise Christie buscava uma grande conquista internacional em sua carreira na patinação de velocidade em pista curta. Com dez medalhas de ouro no Europeu, mas nenhum título mundial, ela precisava provar sua capacidade no cenário internacional. Agora não falta mais. 

A atleta do Reino Unido foi a grande destaque do Mundial de Patinação em Pista Curta, realizado no último fim de semana, 10 e 12 de março, em Roterdã, na Holanda. Elise foi a campeã geral na disputa feminina com 89 pontos, enquanto que o sul-coreano Yi Ra Seo foi o campeão masculino com 81 pontos. 

Elise ficou com a medalha de ouro nos 1000 metros, com 1min29seg971, e nos 1500 metros, com 2min36seg558. A britânica ainda foi bronze na Super Final dos 3 mil metros, atrás das sul-coreanas Ji Yoo Kim, prata, e Suk Hee Shim, ouro. A chinesa Kexin Fan também teve dois ouros. Primeiro ela venceu os 500 metros com 43seg605. Depois, fez parte da seleção da China que venceu o revezamento 3 mil metros com 4min14seg058.

No masculino, o título geral pode ter ficado com Yi Ra Seo, mas quem levantou a torcida foi Sjinkie Knegt, atleta da casa. Ele conquistou nada menos do que três medalhas de ouro no Mundial de Patinação em Pista Curta. Primeiro ele venceu os 500 metros com 41seg220. Depois, foi o mais rápido na Super Final dos 3 mil metros com 4min47seg344. Por fim, comandou a Holanda na vitória do revezamento de 5 mil metros com 6min59seg486. 

O campeão geral do Mundial venceu apenas a prova dos 1000 metros, com 1min25seg232, enquanto que seu compatriota Da Woon Sin foi o mais rápido nos 1500 metros, com 2min16seg919. O Canadá, potência do esporte, despediu-se da competição sem nenhuma medalha de ouro, enquanto que a Holanda, dominante na pista longa, cresce a cada ano na pista curta. 

O Mundial de Patinação em Pista Curta em Roterdã também marcou a despedida dos atletas nesta temporada. Agora eles entram de férias e iniciam sua pré-temporada a partir de junho e julho. O segundo semestre promete ser decisivo: as etapas da Copa do Mundo também servirão para definirem a classificação olímpica. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.