Dupla chinesa conquista primeiro ouro do Mundial de Patinação Artística

Cong Han e Wenjing Sui comemoram primeiro título mundial (Divulgação/ISU)

Vice-campeões mundiais em 2015 e 2016, os chineses Wenjing Sui e Cong Han finalmente deram um passo a mais e conquistaram o título mundial dos pares na patinação artística no gelo. O feito foi obtido nesta quinta-feira, 30 de março, na competição realizada em Helsinque, na Finlândia. 

Líderes no programa curto com 81.23 pontos, Sui e Han também foram os melhores no programa longo ao conquistarem 150.83 pontos. No total, eles terminaram a classificação com 232.06 na somatória das notas. A dupla alemã Aliona Savchenko e Bruno Massot ficou com a medalha de prata e os russos Evgenia Tarasova e Vladimir Morozov completou o primeiro pódio do Mundial de 2017. 

"A medalha de ouro era o nosso sonho e nós caminhamos passo a passo até chegar ao topo. Nosso time, os treinadores, os fisioterapeutas nos ajudaram bastante e fizeram com que o sonho se tornasse realidade. Compartilhar este objetivo nos deixou poderosos e esse poder nos empurrou à primeira colocação", explicou Wenjing Sui. 

O título mundial, inclusive, coroa uma temporada quase perfeita para a dupla da China. Em fevereiro, Sui e Han já haviam conquistado o quarto título do Four Continents, à frente dos canadenses Meagan Duhamel e Eric Radford, então bicampeões mundiais nos pares. Eles, contudo, não tiveram um bom desempenho no torneio e terminaram apenas na sétima colocação.

Com a classificação final, a categoria dos pares conhece 16 das 20 vagas disponíveis para os Jogos Olímpicos de Inverno de 2018, em PyeongChang. Canadá, China e Rússia garantiram três cotas graças ao desempenho de seus competidores. Alemanha e Itália possuem duas vagas e os Estados Unidos e a República Tcheca conquistaram apenas uma. Mais quatro vagas serão distribuídas no Troféu Nebelhorn, em setembro de 2017.  

Javier Fernandez encaminha tricampeonato

A quinta-feira também reservou a estreia da disputa masculina no Mundial de Patinação Artística no Gelo. Atual bicampeão mundial, o espanhol Javier Fernandez deu um importante passo para conquistar seu terceiro título. Com 109.95 pontos, ele ficou em primeiro no programa curto, conquistou seu melhor resultado da carreira nesta categoria e quase estabeleceu novo recorde de pontuação (ficou a 1.90 da marca de Yuzuru Hanyu). 

Mais do que a nota, porém, foi a consistência da apresentação de Fernandez. Nesta temporada o atleta estava encontrando dificuldades para executar seu programa curto. Agora ele está quatro pontos à frente do japonês Shoma Uno, segundo colocado, e quase sete pontos do canadense Patrick Chan, terceiro. Campeão olímpico, Yuzuru Hanyu foi o quinto colocado. 

A definição dos medalhistas na disputa masculina acontece neste sábado, 1º de abril. Antes, nesta sexta-feira, 30, acontece a estreia da Dança no Gelo e a prova do programa longo no individual feminino. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.