Brasileiros do esqui alpino conquistam bons resultados

Guilherme Grahn (Reprodução)

Estrelas da equipe brasileira de esqui alpino, Guilherme Grahn e Michel Macedo encararam diferentes desafios nos últimos dias. Enquanto o primeiro esteve presente no Mundial Júnior da modalidade em Are, na Suécia, o segundo encarou uma maratona de provas nos Estados Unidos. 

Especialista no slalom, Guilherme participou de quatro provas no Mundial Júnior de esqui alpino. Seu melhor resultado foi no slalom gigante ao terminar na 51ª posição com 2min35seg43 e 76.73 pontos FIS (sua melhor marca nessa disciplina em mundiais). O vencedor foi o suíço Loic Meillard com 2min25seg23. 

No Super G, o brasileiro conquistou a melhor marca de sua carreira na categoria ao terminar em 63ª posição com 1min24seg34 e 105.74 pontos FIS - medalha de ouro para Nils Alphand, da França, com 1min17seg91. 

Já no combinado e no slalom, sua maior esperança de bom resultado, ele não completou a primeira descida e ficou de fora da classificação final. Meillard conquistou seu segundo ouro ao vencer o Combinado com 2min05seg14 e Adrian Pertl, da Áustria, foi o campeão no slalom com 1min37seg64. 

Michel Macedo, por sua vez, participou de cinco provas em Schweitzer Mountain Resort entre 9 e 14 de março. Seu melhor resultado foi a medalha de ouro conquistada no Super G com o tempo de 1min05seg41 e 58.93 pontos FIS - próximo do recorde brasileiro da categoria. 

O brasileiro ainda conquistou mais uma medalha ao ficar na segunda posição da segunda corrida de slalom gigante com o tempo de 2min09seg36 e 45.22 pontos FIS - meio segundo atrás do norte-americano Scott Bocock. Na primeira prova de slalom gigante, Michel bateu na trave e foi o quarto colocado, com 2min03seg56 e 42.63 pontos FIS - Alex Colby venceu com 2min03seg03. 

No slalom, contudo, o atleta da CBDN não teve tanta sorte. Michel foi o 12º na primeira prova com 1min44seg69 e 67.19 pontos FIS - Colby venceu novamente com 1min41seg46. Na segunda prova, realizada no dia 14, Michel não completou a primeira descida e ficou de fora da classificação final. O italiano Fillipo Collini foi o mais rápido com 1min34seg39. 

Os dois atletas nem pensam em encerrar a temporada e, enquanto tiver neve, eles seguem competindo para melhorarem seus resultados na corrida olímpica. Michel Macedo deve participar de quatro provas em Sun Valley, nos Estados Unidos, entre 23 e 26 de março. Guilherme planeja uma dezena de provas na Suécia ao longo do mês de abril. 

Campeonato Universitário

Enquanto Michel Macedo e Guilherme Grahn competiam no cenário internacional, Tobias Macedo esteve presente no Campeonato Norte-americano universitário de esqui alpino e snowboard. A competição aconteceu em Mt. Bachelor, no estado de Oregon, entre 5 e 11 de março.

Irmão mais velho de Michel, Tobias competiu em duas provas. No slalom, ele ficou na 32ª posição com o tempo combinado de 2min01seg33 - Andraz Reich Pogladic foi o campeão com 1min49seg05. Depois, no slalom gigante, o brasileiro não completou a segunda descida e ficou de fora da classificação final.  Finlay Neeson venceu com 2min11seg26. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.