Andreas Prommegger conquista dois ouros no Mundial de Snowboard

Após sete Mundiais, Andreas Prommegger chegou lá (Divulgação)

Com 37 anos, 15 vitórias em Copas do Mundo de Snowboard paralelo e campeão da temporada em 2012 e 2013, o austríaco Andreas Prommegger ainda buscava a consagração em sua carreira. Agora não falta mais. Com duas corridas perfeitas, ele conquistou duas medalhas de ouro no Mundial de Esqui Livre e Snowboard em Sierra Nevada, na Espanha.

Na quarta-feira, 15 de março, Prommegger desafiou a lógica e conquistou o título mundial no paralelo slalom, que não é sua especialidade. Ele derrotou seu compatriota Benjamin Karl na bateria decisiva - o russo Andrey Sobolev conquistou o bronze. Já na quinta, 16, Prommegger venceu o slalom gigante paralelo ao novamente derrotar Karl na decisão - o suíço Nevin Galmarini completou o pódio. 

Com as duas medalhas de ouro na mesma edição do Mundial, Prommegger repete um feito registrado apenas duas vezes: em 2005 com o canadense Jasey Jay Anderson e em 2011 com Benjamin Karl. Além disso, elas representam os primeiros pódios do atleta da Áustria no Mundial de Snowboard após nove edições disputadas!

"É incrível para mim porque eu já competi em vários Mundiais. Nunca ganhei uma medalha em um grande evento e queria chegar ao pódio! Não consigo encontrar as palavras certas agora", comentou Prommegger ao site oficial do Mundial em Sierra Nevada. 

No feminino, também tivemos uma campeã inédita. A austríaca Daniela Ulbing foi a campeã no slalom ao derrotar a tcheca Ester Ledecka, campeã em 2015, na bateria decisiva - a russa Alena Zavarzina foi bronze. No slalom gigante paralelo, Ledecka se recuperou e garantiu mais um título mundial para sua carreira ao derrotar a suíça Patrizia Kummer no último duelo - Ekaterina Tudegesheva completou o pódio. 


Na segunda-feira, 13 de março, aconteceu também a primeira prova do snowboardcross por equipe em um Mundial. No masculino, os Estados Unidos conquistaram o ouro com a dupla Hagen Kearney e Nick Baumgartner. A Espanha levou a prata e o Canadá o bronze. No feminino, a França conseguiu fazer uma dobradinha com suas duplas: Nelly Loccoz e Chloe Trespeuch foram as campeãs, enquanto que Manon Petit e Charlotte Banks ficaram na segunda posição - a dupla norte-americana completou o pódio.

O Mundial de Esqui Livre e Snowboard prossegue em Sierra Nevada até domingo. Nesta sexta-feira acontece as finais do Big Air. No sábado tem as decisões do esqui cross e do halfpipe. Por fim, no domingo, o slopestyle encerra o último Mundial de esportes na neve antes dos Jogos Olímpicos. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.