Mikaela Shiffrin abre nova vantagem na Copa do Mundo de Esqui Alpino

Mikaela Shiffrin segue líder no esqui alpino (Divulgação)

Na última prova da Copa do Mundo de Esqui Alpino antes do Mundial da modalidade, na semana que vem, a norte-americana Mikaela Shiffrin voltou a respirar com tranquilidade na liderança da competição. Ela venceu a prova realizada em Estocolmo, na Suécia, no último dia 31 de janeiro. 

A disputa foi realizada no sistema de baterias eliminatórias, em que os competidores se duelavam em pares (mesmo modelo do snowboard paralelo). Líder do ranking feminino, Shiffrin avançou até à decisão e derrotou a eslovaca Veronika Zuzulova - a norueguesa Nina Loeseth ficou com a medalha de bronze. 

Este foi o primeiro triunfo da atleta dos Estados Unidos após três corridas. Parece pouco, mas foi o suficiente para a suíça Lara Gut incomodá-la na disputa pelo título da Copa do Mundo de Esqui Alpino desta temporada. Agora, Mikaela Shiffrin volta a ter boa vantagem: 1203 pontos contra 1023 de sua principal rival.

Entre os homens, o alemão Linus Strasser surpreendeu e conquistou a vitória na prova sueca ao derrotar o francês Alexis Pinturault, medalhista olímpico e mundial, na bateria decisiva. Esta foi a primeira vitória de Strasser em uma etapa da Copa do Mundo de Esqui Alpino. Mattias Hargin, da Suécia, completou o pódio. 

Dessa forma, o ranking masculino segue sem alteração. O austríaco Marcel Hirscher lidera com tranquilidade a disputa com 1275 pontos. Ele tem mais de 400 pontos de vantagem sobre o norueguês Henrik Kristoffersen e Alexis Pinturault, vice-líderes. 

Agora, os principais atletas de esqui alpino embarcam para St. Moritz, na Suíça, local do Mundial de Esqui Alpino de 2017. A competição começa oficialmente na segunda-feira, 6 de fevereiro, com os treinos do downhill. O Brasil estará representado no torneio pelo jovem Michel Macedo, que participa das provas de slalom e slalom gigante. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.