Esqui Livre define campeões no Moguls e no halfpipe feminino

Marie Martinod volta a conquistar a Copa do Mundo de esqui halfpipe após 13 anos 

Neste fim de semana, entre 18 e 19 de fevereiro, a Copa do Mundo de Esqui Livre definiu três campeões da temporada em suas disciplinas. O Halfpipe feminino e o Moguls, masculino e feminino, já conheceram os donos dos globos de cristais de 2017 - mesmo com uma etapa para o encerramento da competição. 

No esqui livre halfpipe, a francesa Marie Martinod venceu a disputa feminina em PyeongChang, na Coreia do Sul, com 91.60 pontos, à frente da norte-americana Devin Logan, prata, e da japonesa Ayana Onozuka, bronze. Com três vitórias em três provas, Martinod tem 300 pontos e não pode ser mais alcançada pelas rivais. É o segundo título da experiente atleta da França, o primeiro desde a temporada 2003/2004!

Entre os homens, nada está definido. O norte-americano Torin Yater-Wallace venceu a etapa sul-coreana com 95.60 pontos, deixando seu compatriota Aaron Blunck em segundo e o francês Benoit Valentin em terceiro. O resultado colocou Yater-Wallace na liderança masculina da Copa do Mundo de Esqui Halfpipe com 218 pontos, contra 190 de Blunck. 

No Moguls, o canadense Mikaël Kingsbury confirmou o hexacampeonato da Copa do Mundo com duas vitórias na etapa de Tazawako, no Japão. Primeiro ele venceu a prova individual com 89.99 pontos (Phillipe Marquis, do Canadá, foi o segundo e Benjamin Cavet, da França, foi terceiro). No dual moguls, o campeão derrotou Cavet na última bateria - Matt Graham, da Austrália, foi o terceiro. 

Assim, com mais duas vitórias, Mikaël Kingsbury chegou aos 820 pontos e tem 308 pontos de vantagem sobre Benjamin Cavet. Como restam apenas duas provas para o encerramento da temporada, o atleta do Canadá já comemora seu sexto globo de cristal. 

No feminino, a australiana Britteny Cox conquistou seu primeiro título da Copa do Mundo de Moguls. Ela venceu a corrida individual no Japão com 78.57 pontos, deixando Perrine Lafont, da França, com a prata e a canadense Andi Naude com o bronze. No dual moguls, a vencedora foi a norte-americana Jaelin Kauf, que derrotou Yulia Galysheva, do Cazaquistão, na bateria decisiva - Olivia Giaccio completou o pódio. 

Com seis vitórias em nove provas realizadas, Cox possui 734 pontos, contra 475 de Laffont. Como as mulheres também participam de mais duas provas na temporada, ela já assegurou o título deste ano.

A última etapa da Copa do Mundo de Moguls acontece em Thaiwoo, na China, entre 25 e 26 de fevereiro - no mesmo fim de semana tem provas de Aerials em Minsk, capital de Belarus. Já o encerramento da Copa do Mundo de Esqui Livre Halfpipe vai ser em Tignes, na França, entre 6 e 7 de março. Antes, Silvaplana, na Suíça, organiza a última etapa da Copa do Mundo de Slopestyle entre 3 e 4 de março. 

Kingsbury e Cox são campeões do Moguls (Reprodução)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.