Copa do Mundo de Esqui Livre chega à reta final da temporada

Neste fim de semana a Copa do Mundo de Esqui Livre teve mais uma agenda cheia, com provas de moguls, aerials, cross, slopestyle e Big Air. As competições aconteceram em três cidades diferentes na Europa, Ásia e América do Norte. Confira todos os resultados:  

Moguls & Aerials

Pódio do Moguls (Divulgação)
Os atletas das duas modalidades estiveram presentes em PyeongChang, na Coreia do Sul, nas futuras instalações dos Jogos Olímpicos de Inverno. Líderes do ranking no Moguls, a australiana Britteny Cox e o canadense Mikael Kingsbury venceram neste fim de semana e se aproximaram do título da Copa do Mundo. 

Cox foi a campeã da etapa sul-coreana com 81.66 pontos, à frente das canadenses Justine Dufour-Lapointe e Andi Naude, respectivamente prata e bronze. No ranking do Moguls, a atleta da Austrália possui 605 pontos, contra 434 de Justine. Restam apenas quatro provas para o fim da temporada. 

Entre os homens, Kingsbury foi o vencedor com 86.71 pontos, apenas 0.01 à frente do cazaque Dmitriy Reiherd, segundo colocado - o canadense Philip Marquis completou o pódio. No ranking da temporada, Kingsbury lidera com folga e tem 620 pontos, contra 372 do francês Benjamin Cavet. 

No Aerials feminino, Mengtao Xu venceu a disputa em PyeongChang com 96.93 pontos e liderou o pódio chinês com Xiaoxue Shen na segunda posição e Yu Yang em terceira. O resultado colocou Xu na liderança da Copa do Mundo com apenas duas provas para o encerramento. Agora, ela possui 340 pontos contra 322 da australiana Danielle Scott. 

Entre os homens, o bielorrusso Anton Kushnir foi o campeão da etapa ao obter 119.47 pontos em sua descida. O chinês Guangpu Qi ficou na segunda posição e o norte-americano Marc Bohonnon completou o pódio. No ranking da temporada, Qi segue na liderança com 360 pontos, contra 308 de Kushnir. 

Esqui Cross

Brady Leman, à frente, vence no esqui cross (Divulgação)
As provas de esqui livre cross aconteceram em Idre Fjall, na Suécia, entre 11 e 12 de fevereiro. Na disputa feminina, a atleta da casa Sandra Naeslund venceu a primeira corrida, à frente da australiana Sami Kennedy-Sim, prata, e da austríaca Katrin Ofner, bronze. Depois, na segunda prova, Marielle Thompson, do Canadá, foi a vencedora, seguida por Naeslund, segunda, e pela suíça Fanny Smith, terceira.

Entre os homens, o suíço Alex Fiva venceu a primeira disputa ao derrotar seu compatriota Marc Bischofberger e o russo Igor Omelin na bateria decisiva. Na segunda corrida, o canadense Brady Leman foi o mais rápido, deixando os franceses Arnaud Bovolenta e Jonas Devouassoux com a prata e bronze, respectivamente.

No ranking da Copa do Mundo de Esqui Livre Cross, Marielle Thompson é a primeira colocada entre as mulheres com 765 pontos, contra 630 de Sandra Naeslund. No masculino, o francês Jean Frederic Chapuis é o líder com 759 pontos, contra 616 de Brady Leman. A penúltima etapa da competição acontece em Sunny Valley, na Rússia, entre 24 e 25 de fevereiro. 

Slopestyle & Big Air

Pódio dominado pela Suíça no Big Air e Slopestyle (Divulgação)
Além das provas de snowboard, a cidade de Quebec City, no Canadá, também abrigou disputas de esqui livre slopestyle e Big Air neste fim de semana. O que se viu foi um domínio suíço, conquistando três dos quatro ouros disponíveis. O único triunfo "não-suíço" foi da norueguesa Johanne Killi no slopestyle feminino. Ela conseguiu 88.80 pontos e ficou à frente das suíças Sarah Hoefflin, prata, e Giulia Tanno, bronze. 

No Big Air feminino, por exemplo, o pódio foi inteiramente da Suíça. Mathilde Gremaud foi a campeã com 180.80 pontos, com Tanno na segunda posição e Hoefflin em terceira. Na versão masculina, a vitória foi de Kai Mahler com 182 pontos - o sueco Henrik Harlaut foi o segundo e o também suíço Andri Ragettli completou o pódio. Ragletti, por sua vez, conquistou o ouro no slopestyle, com o britânico James Woods ficando com a medalha de prata e o canadense Alex Beaulieu-Marchand com o bronze. 

Contudo, tamanho domínio da Suíça não foi refletido no ranking internacional. Na Copa do Mundo de Big Air, por exemplo, a liderança é sueca: Emma Dahlstrom é a primeira entre as mulheres com 253 pontos e Harlaut é o líder no masculino com 309. No slopestyle, Hoefflin é a líder com 259 pontos e Ragettli assumiu a primeira posição no masculino com 132. A próxima etapa da Copa do Mundo de Esqui Livre acontece em PyeongChang, entre 16 e 18 de fevereiro, com as provas de halfpipe. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.