Copa do Mundo de Esqui Livre tem agenda cheia de competições

A última semana teve agenda cheia para os fãs do esqui livre. A Copa do Mundo da modalidade teve disputas de moguls, aerials, cross, slopestyle e halfpipe - apenas o Big Air não teve competições válidas no ranking internacional nesta semana. Confira os resultados: 

Moguls & Aerials

O canadense Mikael Kingsbury foi o grande nome da etapa realizada em Deer Valley, nos Estados Unidos, neste último fim de semana. Ele venceu as duas provas de Moguls: na primeira conseguiu 82.48 pontos e ficou à frente do francês Benjamin Cavet, prata, e do canadense Philippe Marquis, bronze. Depois, no dual moguls, ele derrotou seu compatriota Marc-Antoine Gagnon na final - o australiano Brodie Summers completou o pódio. 

Britteny Cox e Mikail Kingsbury (USSA)
Entre as mulheres, a norte-americana Morgan Schild venceu com 81.27 pontos - a canadense Justine Dufour-Lapointe ficou na segunda posição e a australiana Britteny Cox foi a terceira. No dual moguls, Cox foi a vencedora ao derrotar a canadense Andi Naude na final - Jaelin Kauf, dos Estados Unidos, foi bronze. 

As vitórias colocaram Kingsbury com vantagem na Copa do Mundo de Esqui Livre Moguls. Agora, ele tem 520 pontos contra 322 de Cavet. No feminino, Britteny Cox 505 pontos, contra 355 de Justine Dufour-Lapointe. 

No Aerials, o chinês Guangpu Qi venceu a etapa masculina com 128.96 pontos, à frente do bielorrusso Stanislau Hladchenko, prata, e do russo Stanislav Nikitin, bronze. No ranking, Qi chegou aos 280 pontos e assume a liderança da Copa do Mundo de Esqui Aerials. Ele tem 72 pontos de vantagem sobre Anton Kushnir, de Belarus. 

No feminino, a australiana Lydia Lassila foi a vencedora com 95.52 pontos, deixando a norte-americana Kiley McKinnon na segunda posição e a chinesa Mengtao Xu na terceira colocação. Contudo, no ranking, é outra australiana que lidera a temporada. Danielle Scott tem 282 pontos, contra 240 de Xu. 

Esqui Cross

A etapa da Copa do Mundo de Esqui Cross aconteceu em Feldberg, na Alemanha, mas teve que ser reduzida por conta das péssimas condições climáticas. Apenas uma prova feminina e duas masculinas foram realizadas neste fim de semana. 

Chegada apertada no esqui cross (GEPA Pictures)
Entre as mulheres, a alemã Heidi Zacher foi a vencedora, ao derrotar na bateria decisiva a suíça Fanny Smith, prata, e a sueca Sandra Naeslund, bronze. No ranking, porém, a liderança ainda é da canadense Marielle Thompson com 620 pontos - Zacher assumiu a vice-liderança com 513 pontos. 

No masculino, o francês Jean Frederic Chapuis foi imbatível no fim de semana ao vencer as duas provas realizadas. Na primeira, ele teve a companhia do canadense Brady Leman e do suíço Alex Fiva, respectivamente prata e bronze. Depois, Chapuis ficou à frente de do esloveno Filip Flisar, segundo, e Fiva, novamente terceiro. 

No ranking, o atleta da França chegou aos 669 pontos e abriu 165 pontos de vantagem sobre Fiva, o segundo colocado. A próxima etapa da Copa do Mundo de Esqui Cross acontece Idre Fjall, na Suécia, no próximo fim de semana. 

Slopestyle & Halfpipe

A condição climática também impediu a realização de todas as provas da Copa do Mundo de Slopestyle & Halfpipe em Mammoth Mountain, nos Estados Unidos. A disputa masculina do slopestyle foi cancelada neste domingo, 5 de janeiro. No feminino, a vitória foi da norte-americana Maggie Voisin com 91.40 pontos, à frente da suíça Mathilde Gremaud, prata, e da norueguesa Johanne Killi, bronze. No ranking após duas provas, a liderança é de Sarah Hoefflin, da Suíça, com 179 pontos, contra 140 de Killi. 

Disputa do Halfpipe (Divulgação)
No Halfpipe, a francesa Marie Martinod foi a campeã com 94 pontos, deixando a norte-americana Maddie Bowman em segunda e a japonesa Ayana Onozuka em terceira. No ranking da Copa do Mundo de Halfpipe, Martinod assume a liderança com 200 pontos, 75 a mais do que a norte-americana Annalisa Drew.

Já na disputa masculina, o pódio foi dominado pelos Estados Unidos. Torin Yater-Wallace foi o vencedor com 92.33 pontos em sua apresentação. Gus Kenworthy ficou na segunda posição e Taylor Seaton completou o pódio. Contudo, no ranking da Copa do Mundo, a liderança é francesa: Kevin Rolland tem 129 pontos, apenas quatro à frente de seu compatriota Benoit Valentin. 


A próxima etapa da Copa do Mundo de Esqui Livre Slopestyle e Halfpipe acontece na próxima semana em Quebec City, no Canadá. Os atletas participarão de provas de slopestyle e Big Air. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.