Copa do Mundo de Esqui Cross-Country testa pista de PyeongChang

Justyna Kowalczyk volta a vencer após três anos (NordicFocus)

Neste fim de semana, entre 3 e 5 de fevereiro, a elite do esqui cross-country pôde testar o local que sediará a modalidade nos Jogos Olímpicos de Inverno em PyeongChang, daqui um ano. Contudo, com o Mundial desta temporada se aproximando, os principais atletas da atualidade não estiveram presentes na disputa. 

Isso deu chances para que novos - e velhos - rostos aparecessem na Copa do Mundo de Esqui Cross-Country. No sprint clássico feminino, a eslovena Anamarija Lampic conseguiu sua primeira vitória ao derrotar a norueguesa Silji Oeyre Slind, prata, e a norte-americana Ida Sargent, bronze. 

O sprint clássico masculino também teve um vencedor inédito. O russo Gleb Retivykh conquistou seu primeiro triunfo ao vencer a bateria decisiva na última sexta-feira. O norueguês Sondre Fossli ficou na segunda posição e o também russo Andrey Parfenov completou o pódio. 

No Skiatlo dois atletas conseguiram quebrar incômodos jejuns. No feminino 7,5/7,5km, a polonesa Justyna Kowalczyk voltou a vencer uma etapa da Copa do Mundo de Esqui Cross-Country após três anos. Uma das maiores campeãs da modalidade, ela venceu com 43min54seg7. Elizabeth Stephen, dos Estados Unidos, foi a segunda e a japonesa Masako Ishida a terceira. 

Entre os homens, o russo Petr Sedov conseguiu quebrar um jejum ainda maior do que a de Kowalczyk: não vencia uma etapa da Copa do Mundo desde março de 2012. No sábado, conseguiu o 1h18min49seg6 e foi o vencedor no Skiatlo 15/15km. Os noruegueses Daniel Stock e Mathias Rundgreen ficaram na segunda e terceira posições, respectivamente. 

Por fim, no domingo, aconteceu a prova de sprint livre por equipes. A Suécia foi a campeã no feminino com 20min37seg11, à frente da Noruega e Estados Unidos. No masculino, o ouro ficou com o time 1 da Rússia, enquanto a França ficou com a prata e o time 2 da Rússia ganhou o bronze. 

Sem as grandes estrelas presentes, a etapa de PyeongChang não alterou o ranking da Copa do Mundo de Esqui Cross-Country. A norueguesa Heidi Weng segue na liderança feminina com 1531 pontos, contra 1215 da finlandesa Krista Parmakoski. Entre os homens, Martin Sundby possui 1348 pontos, contra 1008 de Sergey Ustiugov. A próxima etapa acontece daqui duas semanas em Otepää, na Estônia.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.