Com sete ouros, Alemanha é a campeã do Mundial de Biatlo

Laura Dahlmeier conquistou cinco dos sete ouros alemães (Divulgação/IBU)

No último fim de semana do Mundial de Biatlo, realizado em Hochfilzen, na Áustria, a Alemanha ratificou o seu domínio nesta temporada. Com mais duas medalhas douradas neste domingo, 19 de fevereiro, o país europeu encerrou a competição com nada menos do que sete títulos em onze provas. 

Na prova feminina de largada coletiva 12,5km, Laura Dahlmeier conquistou nada menos do que a sua quinta medalha de ouro em seis provas disputadas no Mundial de Biatlo. Ela obteve o tempo de 33min13seg8 e nenhum tiro desperdiçado. Susan Dunklee, dos Estados Unidos, também não errou tiros e surpreendeu ao ficar com a medalha de prata.A finlandesa Kaisa Makarainen conquistou o bronze.

"No momento, eu não imaginava isso. Eu tentava dar o meu melhor em cada corrida. Eu realmente gosto daqui e sempre faço boas corridas. A décima-primeira medalha consecutiva é fantástica, mas não estava em minha mente hoje. Eu foquei que o mais importante era se acalmar e ter 0-0-0-0 na linha de tiro", confidenciou a campeã, que só foi derrotada por Gabriela Koukalova, da República Tcheca, no sprint 7,5km.

Entre os homens, Simon Schempp conseguiu quebrar um incômodo tabu na prova de largada coletiva 15km: ele conquistou sua primeira medalha em uma prova individual no Mundial de Biatlo. Ao acertar todos os tiros, o representante da Alemanha obteve o tempo de 35min38seg3 e ficou à frente do norueguês Johannes Boe, prata, e do austríaco Simon Eder, bronze. 

"Essa era minha última chance; é fantástico conseguir o título na largada coletiva. Nos últimos dias não foi fácil explicar todo o dia na zona mista porque eu não conseguia conquistar uma medalha. Hoje foi muito mais fácil!", comemorou o atleta, um dos principais nomes do esporte nas últimas duas temporadas. 

Por fim, no revezamento masculino 4x7,5km, a vitória ficou com a equipe russa, formada por Alexey Volkov, Maxim Tsvetkov, Anton Babikov e Anton Shipulin. A Rússia conseguiu o tempo de 1h14min15seg0 e apenas três tiros desperdiçados. A França, de Martin Fourcade, ficou com a prata e a Áustria completou o pódio. 

Com as sete medalhas douradas, a Alemanha foi a grande campeã desta temporada no Mundial de Biatlo - graças, principalmente, ao domínio de Laura Dahlmeier. A delegação alemã também conquistou uma prata e liderou com folga o quadro de medalhas. França, EUA, República Tcheca e Rússia também tiveram um título da competição. 

Agora, os atletas de Biatlo ganham um pequeno descanso e retornam para a antepenúltima etapa da Copa do Mundo da modalidade no primeiro fim de semana de março. A disputa acontece em PyeongChang, na Coreia do Sul, nas futuras instalações dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.