Yuki Ito ameaça hegemonia de Sara Takanashi no esqui saltos

Yuki Ito venceu três das quatro provas no Japão (Divulgação)

Competir em casa parece que não fez bem para a japonesa Sara Takanashi. Líder incontestável da Copa do Mundo de Esqui Saltos antes das etapas em Sapporo e Zao, no Japão, ela já acumula quatro provas sem vitória e vê sua compatriota Yuki Ito ameaçá-la na primeira posição após a disputa entre 20 e 21 de janeiro. 

Yuki Ito mostrou que vive em grande fase e venceu as duas provas na montanha japonesa HS 103 em Zao. Na primeira, ela conseguiu 213.6 pontos, à frente da italiana Manuela Malsiner, prata, e da russa Irina Avvakumova, bronze. Depois, Ito venceu com 227 pontos, deixando Sara Takanashi na segunda colocação e a norueguesa Maren Lundby em terceira. 

Dessa forma, com três vitórias nas últimas quatro provas, a atleta do Japão chegou aos 732 pontos e ocupa a segunda posição no ranking feminino da Copa do Mundo de Esqui Saltos. Sara Takanashi ainda lidera com 815 e Maren Lundby é a terceira com 517. 

Kamil Stoch também cresceu em 2017 (Divulgação)
Já na disputa masculina, o polonês Kamil Stoch caminha a passos largos para conquistar o título desta temporada. Competindo em casa, ele venceu a montanha HS 134 em Zakopane com 287.4 pontos em seus dois saltos. Os alemães Andreas Wellinger e Richard Freitag ficaram em segundo e terceiro, respectivamente. 

Kamil Stoch quase conquistou o ouro na disputa por equipes, mas a Polônia ficou com a medalha de prata, atrás apenas da Alemanha, primeira colocada com 1116.3 pontos - a Eslovênia foi a terceira. No ranking masculino da Copa do Mundo de Esqui Saltos, o polonês tem 933 pontos, 130 a mais do que Daniel Tande, da Noruega. 

Os atletas tem pouco tempo de descanso. A competição retorna neste fim de semana, entre 27 e 29 de janeiro. Os homens competem Willigen, na Alemanha, enquanto que as mulheres saltam em Rasnov, na Romênia. 

Combinado Nórdico

Em contrapartida, a Copa do Mundo de Combinado Nórdico torna-se um disputa interna alemã a cada fim de semana. A cidade francesa de Chaux-Neuve realizou duas provas no último fim de semana e a Alemanha, mais uma vez, conquistou os dois ouros. Em doze provas individuais realizadas nesta temporada, o país venceu todas elas.

Johannes Rydzek e Fabian Riessle foram os destaques na disputa HS 118 e 10km de esqui cross-country. Na primeira prova, Rydzek venceu com 23min01seg7, com Riessle em segundo - o japonês Akito Watabe foi o terceiro. Já na segunda corrida as posições se inverteram: Riessle foi o vencedor com 22min44seg0, com Rydzek em segundo. O também alemão Eric Frenzel completou o pódio. 

No ranking da Copa do Mundo de Combinado Nórdico a disputa segue ponto a ponto. Eric Frenzel ainda é o primeiro colocado com 944 pontos, apenas 14 à frente de Johannes Rydzek. Fabian Riessle é o terceiro com 721 e corre por fora na briga pelo título desta temporada. A próxima etapa da competição acontece neste fim de semana, entre 27 e 29 de janeiro, em Seefeld, na Áustria. 

Johannes Rydzek comemora a vitória na etapa francesa (NordicFocus)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.