Russos disparam na liderança da Copa do Mundo de Luge

Repilov (esq) e Pavlichenko (centro) lideram Copa do Mundo de Luge (Divulgação)

Ao que tudo indica, o alemão Felix Loch deve perder o reinado na Copa do Mundo de Luge nesta temporada. Atual pentacampeão da competição, ele encontra dificuldades para se aproximar dos atuais líderes. A última tentativa frustrada foi na disputa em Sigulda, na Letônia, entre 13 e 15 de janeiro. 

Os russos Semen Pavlichenko e Roman Repilov dividiram as vitórias neste fim de semana. O primeiro ganhou a corrida individual com 1min35seg715, à frente de seu compatriota, segundo, e do austríaco Wolfgang Kindl, terceiro. Repilov, por sua vez, venceu o sprint com 27seg585, deixando Pavlichenko com a prata e Kindl novamente com o bronze. 

Dessa forma, no ranking masculino da Copa do Mundo de Luge, Roman Repilov mantém a liderança com 647 pontos, contra 600 de Pavlichenko. Wolfgang Kindl é o terceiro, com 576, e Loch é apenas o quarto colocado, com 555 pontos e apenas uma vitória em toda a temporada. 

Se entre os homens a situação alemã é complicada, entre as mulheres é mais tranquilo. Natalie Geisenberger venceu a disputa individual com 1min23seg485, deixando Tatjana Huefner, também da Alemanha, na segunda posição e a russa Tatyana Ivanova em terceira. No sprint, Geisenberger foi prata, atrás apenas de Ivanova, que venceu com 30seg692 - Victoria Demchenko, da Rússia, completou o pódio. 

No ranking feminino da Copa do Mundo de Luge, Geisenberger segue abrindo vantagem na primeira posição. Agora ela tem 697 pontos contra 635 de Huefner. A terceira colocada é a norte-americana Erin Hamlin, com 494, e praticamente fora da disputa pelo título da temporada. 

Por fim, nas duplas, os alemães Toni Eggert e Sascha Benecken ampliaram a hegemonia neste ano e venceram as duas corridas. Na disputa tradicional, eles obtiveram o tempo de 1min23seg113, deixando os letões Oskars Gudramovics e Peteris Kalnins com a prata e os italianos Ludwig Rieder e Patrick Rastner com o bronze. No sprint, a vitória veio com 30seg890, com Gudramovics/Kalnins novamente em segundo e os também alemães Tobias Wendl e Tobias Arlt em terceiro. 

Com a incrível marca de sete vitórias em nove corridas realizadas, Toni Eggert e Sascha Benecken lideram o ranking das duplas com 855 pontos, contra 673 de Wendl/Arlt. Como restam apenas três etapas para o fim da temporada, só um desastre tira o título deles. Por fim, no revezamento, a Rússia desbancou a Alemanha e venceu com 2min13seg178 - a Letônia completou o pódio.  

Agora, a Copa do Mundo de Luge retorna apenas no primeiro fim de semana de fevereiro em Oberhof, na Alemanha, para a antepenúltima etapa da temporada. Antes, entre 27 e 29 de janeiro, acontece o Mundial da modalidade em Innsbruck, na Áustria. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.