Líderes mantêm vantagem na Copa do Mundo de Esqui Alpino

Mikaela Shiffrin (Divulgação/AgenceZoom)

A cada prova realizada na Copa do Mundo de Esqui Alpino, a norte-americana Mikaela Shiffrin se aproxima do título geral da competição nesta temporada. Após três provas realizadas nestes últimos dias, ela manteve uma vantagem segura sobre a suíça Lara Gut, segunda colocada. 

Atualmente, Shiffrin tem 1008 pontos contra 643 da rival, atual campeã da competição. A francesa Tessa Worley aparece na terceira posição com 563. Dona de uma medalha de ouro olímpica e de dois títulos mundiais, resta apenas a consagração na Copa do Mundo para a jovem de 21 anos. 

A vantagem foi adquirida mesmo vencendo apenas uma das três provas realizadas. A atleta dos EUA foi a mais rápida no slalom em Maribor, na Eslovênia. Com 1min39seg61, ela ficou à frente da suíça Wendy Holdener, prata, e da sueca Frida Hansdotter, bronze. 

No slalom gigante, ainda na montanha eslovena, Shiffrin ficou fora do pódio e viu Tessa Worley vencer com 2min16seg96 - Soffia Goggia, da Itália, foi a segunda e Lara Gut completou o pódio. Esta prova ainda marcou a despedida de Tina Maze, uma das principais esquiadoras dos últimos tempos, do circuito internacional. 

Por fim, no slalom realizado em Flachau, na Áustria, no dia 10 de janeiro, Shiffrin dividiu a terceira posição com Wendy Holdener. Frida Hansdotter foi a mais rápida com 1min51seg40 e a norueguesa Nina Loeseth terminou na segunda posição. 

Se entre as mulheres a vantagem é tranquila para a líder, entre os homens a situação não é muito diferente. Marcel Hirscher, da Áustria, lidera com 893 pontos, praticamente 300 a mais do que o francês Alexis Pinturault, segundo colocado, e do norueguês Henrik Kristoffersen, terceiro. 

Essa vantagem foi mantida mesmo sem vitória nas duas provas realizadas em Adelboden, na Suíça. No slalom gigante, Pinturault venceu com 2min23seg99, com Hirscher em segundo e o austríaco Philip Schoerghofer em terceiro. Depois, no slalom, Kristoffersen foi o mais rápido com 1min54seg87, à frente de Manfrid Moelgg, segundo, e Marcel Hirscher, terceiro. 

Contudo, os dois líderes poderão ver a vantagem diminuir neste fim de semana. Especialistas em provas técnicas (slalom e slalom gigante), Hirscher e Shiffrin ficarão de fora da próxima etapa da Copa do Mundo de Esqui Alpino. Os homens competem no downhill e no combinado em Wengen, na Suíça. Já as mulheres enfrentam as mesmas provas em Altenmarkt-Zauchensee, na Alemanha. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.