Lara Gut se aproxima de Shiffrin na Copa do Mundo de Esqui Alpino

Lara Gut volta ao jogo no Esqui Alpino (Reprodução)

A vantagem ainda é boa, mas a norte-americana Mikaela Shiffrin já não está tão sossegada na liderança feminina da Copa do Mundo de Esqui Alpino. A suíça Lara Gut, atual campeã geral da competição, teve um fim de semana quase perfeito em Garmisch-Partenkirchen, na Alemanha, e se aproxima da primeira colocada. 

Gut venceu a prova do Super G com 1min17seg92, à frente da austríaca Stephanie Venier, prata, e da liechtensteinense Tina Weirather, bronze. A suíça também ficou na segunda posição do Downhill, atrás apenas da norte-americana Lindsey Vonn, que retornou ao circuito em grande estilo: uma vitória conquistada com o ótimo tempo de 1min43seg41 - a alemã Viktoria Rebensburg completou o pódio. 

Especialista em provas técnicas (Slalom e Slalom Gigante), Mikaela Shiffrin não competiu na Copa do Mundo de Esqui Alpino e ficou estacionada nos 1008 pontos. Gut, por sua vez, saltou para 873 e segue com boas chances de conquistar o bicampeonato na Copa do Mundo de Esqui Alpino - a eslovena Ilka Stuhec segue em terceira no ranking. 

Claro que as duas atletas trocaram brincadeiras com a situação: 

Se na disputa feminina o equilíbrio retornou, entre os homens o austríaco Marcel Hirscher caminha tranquilamente para o hexacampeonato. Também especialista em provas técnicas, ele venceu a única corrida que disputou em Kitzbuehel, na Áustria. Com 1min45seg23, foi o mais rápido no slalom, à frente do britânico Dave Ryding, segundo, e do russo Alexander Khoroshilov, terceiro. A medalha de prata foi o melhor resultado do Reino Unido na Copa do Mundo de Esqui Alpino. 

Hirscher também contou com o mau desempenho de seus principais rivais no ranking nas provas de velocidade. No Super G, o triunfo foi do austríaco Matthias Mayer, com 1min11seg25, à frente do italiano Christof Innerhof, segundo colocado, e do suíço Beat Feuz, terceiro. No Downhill, a vitória foi do italiano Dominik Paris, com 1min55seg01 - os franceses Valentin Moine e Johan Clarey ficaram com a prata e bronze, respectivamente. 

Assim, o representante da Áustria tem 1080 pontos no ranking masculino da Copa do Mundo de Esqui Alpino, contra 692 de Henrik Kristoffersen, da Noruega, e 681 do francês Alexis Pinturault. 

Os atletas não terão tempo de descanso. Na terça-feira, 24 de janeiro, a competição retorna com mais uma prova. Os homens competem no slalom em Schladming, também na Áustria. Já as mulheres participam do Slalom Gigante em Kronplatz, na Itália. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.