Guilherme Grahn estabelece novo recorde brasileiro no esqui alpino

Guilherme Grahn (Divulgação/CBDN)

Um dos grandes nomes da equipe brasileira de esqui alpino, o jovem Guilherme Grahn, 19 anos, quebrou neste fim de semana o recorde nacional na disputa do slalom. O feito foi obtido neste domingo, 22 de janeiro, em uma corrida realizada em Nolby, na Suécia, país onde reside com sua família.

Com 1min38seg79,Guilherme ficou na décima posição e obteve 35.87 pontos FIS, uma marca menor do que os 36.10 registrados pelo próprio atleta em abril de 2015. Além disso, é a primeira vez que um atleta do Brasil anda abaixo dos 36 pontos em qualquer disciplina do esqui alpino. A vitória nesta prova foi de Dan Axel Grahn, com 1min36seg93 e 22.05 pontos. 

O jovem já havia demonstrado no sábado que o fim de semana iria ser histórico para sua carreira. Em Sundsvall ele competiu em uma descida de slalom e ficou na décima colocação, com 1min29seg98 e 37.92 pontos FIS - marca próximo ao antigo recorde. O sueco Jesper Ask venceu com 1min27seg82 e 20.21 pontos FIS. 

Cada vez mais maduro e experiente, Guilherme Grahn começa a se estabelecer dentro da casa dos 30 pontos FIS. Assim, ele consegue diminuir sua média no ranking internacional e lutar por uma das vagas olímpicas no "Índice A". O desempenho também o aproxima do circuito internacional da Copa do Mundo. 

Após conquistar um excelente resultado, Guilherme Grahn deve fazer uma pausa de duas semanas e retornar ao esqui alpino em provas de slalom gigante em Fjaetervaalen entre 4 e 5 de fevereiro. Antes, entre 27 e 29 de janeiro, Michel Macedo, outra jovem estrela brasileira, deve competir em Spirit Mountain, nos Estados Unidos. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.