Copa do Mundo de Esqui Cross-Country tem provas em Falun, na Suécia

Vice-campeão no sprint e campeão nos 30km em técnica clássica: Emil Iversen (Nordic Focus)

Após a etapa realizada em Ulricehamn, a Copa do Mundo de esqui cross-country continuou na Suécia, dessa vez em Falun, para a realização de duas provas entre 28 e 29 de janeiro. O evento contou com provas distintas: no sábado os atletas participaram do sprint, enquanto que no domingo competiram em longos trajetos no distance. 

Na prova de sprint em técnica livre, realizada no sábado, a sueca Stina Nilsson fez a alegria da torcida da casa ao vencer a disputa, à frente das norueguesas Maiken Falla e Heidi Weng, respectivamente prata e bronze. Entre os homens, o italiano Federico Pellegrino foi o mais rápido, com os norugueses Emil Iversen e Sindre Skar em segundo e terceiro. 

Contudo, no domingo, Iversen mostrou sua força ao vencer nada menos do que os 30km em técnica clássica, uma das provas mais cansativas do circuito da Copa do Mundo de esqui cross-country. Ele completou o percurso em 1h15min46seg7, quatro segundos à frente de Martin Sundby, prata, e do sueco Calle Halfvarsson, bronze. 

Nos 15km em técnica clássica para as mulheres, Marit Bjoergen também mostrou que pouco a pouco ela está recuperando a excelente forma física que a consagrou nos últimos anos. A norueguesa voltou a vencer uma etapa com o tempo de 41min28seg8 - suas compatriotas Ingvild Oestberg e Heidi Weng completaram o pódio. 

No ranking, porém, não houve alterações. Heidi Weng lidera a disputa feminina da Copa do Mundo de Esqui Cross-Country com 1531 pontos, contra 1215 da finlandesa Krista Parmakoski. No masculino, a liderança é de Sundby, que possui 1348 pontos - Sergey Ustiugov, da Rússia, tem 1004. 

Depois da etapa sueca, a Copa do Mundo de Esqui Cross-Country embarca para Pyeongchang, na Coreia do Sul, para provas entre 3 e 5 de fevereiro. O evento vai acontecer nas futuras instalações dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.