Seleção brasileira de Curling participa de bonspiels no Canadá

Aline e Isis são integrantes da equipe feminina (Divulgação/CBDG)

O America's Challenge está previsto para acontecer entre 27 e 29 de janeiro e a seleção brasileira de curling decidiu intensificar a preparação antes do desafio contra os norte-americanos. Neste fim de semana, entre 19 e 22, tanto o time masculino quanto o feminino participarão de bonspiels no Canadá para aumentar o entrosamento dos atletas. 

A equipe masculina vai repetir a fórmula de 2015, ano do último duelo contra os Estados Unidos. O time está inscrito no Manitoba Open entre 19 e 23 de janeiro em Winnipeg. Neste ano a seleção é formada por Marcelo Mello, Filipe Nunes, Marcio Cerquinho, Scott McMullan e Sergio Mitsuo (reserva). A convocação foi feita pelo técnico Robbie Gallaugher após o Campeonato Brasileiro de Curling, em novembro de 2016. 

Marcio Cerquinho e Marcelo Mello (Divulgação/CBDG)
Já o time feminino, estreante no desafio continental, vai participar do Marpolo Ladie’s Open, em Vancouver, entre 20 e 22 de janeiro. Também convocada por Robbie Gallaugher após o Brasileiro, a seleção conta com Aline Lima, Anne Shibuya, Isis Oliveira, Alessandra Barros e Luciana Barrella (reserva).

O America’s Challenge de Curling é um confronto entre brasileiros e norte-americanos para definir o segundo representante do continente no Mundial da modalidade (por ranking, o Canadá fica com a primeira vaga). São cinco partidas entre os países e quem vencer três garante a classificação. Esta é a quarta edição do desafio. Antes, o Brasil competiu em 2009, 2010 e 2015, sempre com os homens.

Neste ano os jogos acontecem em Duluth, no estado de Minessota. O time John Shuster, bronze no Mundial de 2016, vai representar os Estados Unidos no masculino. No feminino, a seleção norte-americana vai ser o time Nina Roth, campeã norte-americana em 2014 e vice-campeã em 2016.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.