Brasil compete na Copa do Mundo Júnior de Luge Natural

Yuri Assine em ação na temporada passada do luge natural (Divulgação)

A equipe brasileira de Luge em pista natural esteve presente em Laas, na Itália, para a disputa da terceira etapa da Copa do Mundo Júnior da modalidade. A competição aconteceu entre 14 e 15 de janeiro e foi a primeira vez que contou com os três representantes do Brasil.

Ana Luiza Delicio, 18 anos, fez sua estreia na disputa feminina e conseguiu terminar na 15ª colocação, à frente de duas atletas da Sérvia, com o tempo de 3min04seg90 na somatória das duas descidas. A vencedora foi a italiana Daniela Mittermair com 2min07seg35.

No masculino, Yuri Assine, 17, foi o melhor brasileiro ao terminar na 24ª posição com 2min29seg23. Leonardo Oliveira, 18, aparece na sequência, em 25º, com 2min30seg15. No total, 27 atletas competiram na etapa em Laas e a vitória foi do neozelandês Jack Leslie com 2min04seg16.

Essa é a segunda temporada consecutiva em que o Brasil envia jovens competidores para a disputa da Copa do Mundo Júnior de Luge Natural. Em 2016, o país contou com Yuri Assine e Geraldo Gabriel Oliveira. Nesta temporada, Yuri ganhou a companhia de Ana e Leonardo, que passaram as últimas semanas se adaptando ao esporte antes da estreia nesse fim de semana.

A quarta etapa da Copa do Mundo Júnior de Luge Natural acontece em Unterammergau, na Alemanha, entre 21 e 22 de janeiro.

Disputa adulta

Enquanto os jovens competiam na Itália, a elite adulta do Luge Natural esteve em Moscou, na Rússia, para a disputa da terceira etapa da Copa do Mundo da modalidade. Pela primeira vez a competição sediou a disputa de perseguição entre os atletas, valendo pontos para o ranking internacional.

Melhor para o austríaco Thomas Kammerlander. Após ver o italiano Patrick Pigneter vencer as duas primeiras provas da temporada, ele simplesmente dominou as disputas na Rússia. Primeiro ele venceu a corrida individual com 1min15seg34, à frente dos italianos Alex Gruber, prata, e Pigneter, bronze. 

Depois, ele foi o mais rápido na perseguição masculina com 37seg39, deixando Gruber novamente em segundo e o russo Aleksandr Egorov em terceiro. Dessa forma, no ranking masculino da Copa do Mundo de Luge Natural, Kammerlander assumiu a liderança com 355 pontos, 25 a mais do que Pigneter. 

Entre as mulheres, a italiana Evelin Lanthaler também venceu as duas provas e assumiu a primeira posição do ranking. No individual ela obteve o tempo de 1min17seg27, com a austríaca Tina Unterberger na segunda posição e a também italiana Greta Pinggera em terceira. 

Na perseguição, Lanthaler conseguiu 38seg39 e ficou à frente de Pinggera, prata, e Unterberger, bronze. Assim, na Copa do Mundo feminina, ela tem 370 pontos, trinta acima de Unterberger, a antiga líder da competição.

Por fim, nas duplas, a Rússia conquistou dois ouros com times diferentes. Na corrida individual a vitória foi da equipe Pavel Porshnev e Ivan Lazarev com 1min18seg35, com os compatriotas Aleksandr Egorov e Petr Popov na segunda posição - os austríacos Christian e Andreas Schopf completaram o pódio.

Já na perseguição, Egorov e Popov foram os vencedores, com 38seg92, enquanto que os também russos Aleksey Martyanov e Ivan Rodin conquistaram a prata. Os italianos Patrick Pigneter e Florian Clara ficaram com o bronze. E essa medalha foi suficiente para os representantes da Itália continuarem na liderança das duplas: eles têm 305 pontos, apenas cinco à frente de Porshnev e Lazarev. 

A próxima etapa da Copa do Mundo de Luge em pista natural acontece em  Zelezniki, na Eslovênia, entre 20 e 22 de janeiro. É a antepenúltima etapa da competição nesta temporada. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.