Líderes se distanciam na Copa do Mundo de Esqui Alpino

Mikaela Shiffrin (Divulgação/Agence Zoom)

Foi a última etapa da Copa do Mundo de Esqui Alpino antes de 2017 e os atuais líderes do ranking aproveitaram para abrir vantagem antes da segunda parte da competição. As mulheres competiram em Semmering, na Áustria, e os homens participaram de provas em Santa Caterina, na Itália. 

No feminino, a grande vencedora foi a norte-americana Mikaela Shiffrin. A jovem atleta venceu nada menos do que as três provas realizadas em Semmering, na Áustria, e disparou no ranking da Copa do Mundo de Esqui Alpino. Agora, ela tem 798 pontos, contra 583 de Lara Gut, da Suíça. 

Na primeira prova do slalom gigante, a norte-americana conseguiu o tempo de 2min01seg81, à frente da francesa Tessa Worley, prata, e da italiana Manuela Moelgg, bronze. Depois, na segunda corrida do slalom gigante, Shiffrin obteve o tempo combinado de 2min09seg40 e conquistou seu segundo triunfo na disputa - Worley novamente foi a segunda e a alemã Viktoria Rebensburg completou o pódio. Por fim, no slalom, a vitória veio com 1min40seg06, à frente da eslovaca Veronika Zuzulova, prata, e da suíça Wendy Holdener, bronze.

A etapa austríaca também marcou o retorno de Anna Veith (antes Anna Fenninger) às competições. A atleta da Áustria, uma das principais competidoras do esporte nesta década, voltou à Copa do Mundo após ficar um ano afastada por conta de lesão. Agora, resta apenas o retorno de Lindsey Vonn, dos EUA, para a elite da modalidade estar completa. 

No masculino, o norueguês Kjetil Jansrud venceu o Super G em Santa Caterina, na Itália, com 1min30seg88. Hannes Reichelt, da Áustria, ficou na segunda posição e o italiano Dominik Paris foi o terceiro. Contudo, a prova de downhill, que poderia render mais pontos para o atleta da Noruega, foi cancelada por conta das condições climáticas. 

Assim, o austríaco Marcel Hirscher aproveitou para manter a vantagem confortável no ranking masculino da Copa do Mundo de Esqui Alpino. Na disputa do combinado, ele surpreendeu ao terminar em segundo a corrida de Super G (que não é sua especialidade) e manteve a posição após a descida do slalom. Alexis Pinturault venceu com 2min19seg71 e Aleksander Kilde, da Noruega, completou o pódio. No ranking, Marcel Hirscher segue na ponta com 713 pontos, contra 482 de Jansrud - Pinturault é o terceiro com 465. 

Agora a Copa do Mundo de Esqui Alpino dá uma pequena pausa para os atletas curtirem a virada do ano com os familiares. Contudo, a competição retorna já no dia 3 de janeiro de 2017, com a prova de slalom feminino em Zagreb, na Croácia - a corrida masculina será dois dias depois. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.