Copa do Mundo de Esqui Alpino tem disputa equilibrada entre as mulheres

Mikaela Shiffrin é a líder na disputa feminina (Agence Zoom)

Se entre os homens o austríaco Marcel Hirscher caminha para o hexacampeonato da Copa do Mundo de Esqui Alpino, entre as mulheres a briga é grande para ver quem fica com o Globo de Cristal da competição. A diferença da líder Mikaela Shiffrin para a quarta colocada é de apenas 31 pontos no ranking. 

Após ficar 45 dias sem postagens regulares, o Brasil Zero Grau segue atualizando os principais resultados das competições esportivas de inverno. No esqui alpino, cujas competições acontecem praticamente em todos os fins de semana, iremos preparar uma visão geral do que aconteceu nesse período. 

No ranking feminino o equilíbrio é a marca da disputa. A norte-americana Mikaela Shiffrin lidera a Copa do Mundo de esqui alpino com 498 pontos, apenas cinco à frente da suíça Lara Gut, atual campeã. Contudo elas são acompanhadas de perto por duas surpresas. A eslovena Ilka Stuhec, 26 anos, nunca tinha subido em um pódio da competição, mas venceu quatro etapas e é a terceira com 481. Já a italiana Sofia Goggia, que ainda NÃO venceu uma etapa sequer, tem sua regularidade premiada com 469 pontos.

Esse período ficou marcado justamente pelo crescimento de Stuhec. A atleta, especialista em provas de velocidade, venceu duas corridas de Dowhill em Lake Louise, no Canadá, e outra corrida de Downhill e uma de Combinado em Val d'Isere, na França. Já Mikaela Shiffrin venceu duas descidas de slalom em Killington, nos EUA, e Sestriere, na Itália, mantendo a primeira posição. 

Lara Gut, por sua vez, venceu o Super G em Lake Louise e Val d'Isere e conquistou outros dois pódios nas demais provas, mantendo a distância mínima no ranking. Sofia Goggia não venceu, mas conquistou incríveis seis pódios e segue na luta pelo título da temporada neste momento. Quem também está crescendo é a francesa Tessa Worley, que venceu duas corridas de slalom gigante em Killington e Sestriere.

Após uma pequena parada para o Natal, as mulheres retornam à disputa com duas provas de slalom gigante e uma de slalom em Semmering, na Áustria. Depois, no dia 3 de janeiro, uma prova de slalom em Zagreb, na Croácia. 


Competição masculina

Entre os homens, Marcel Hirscher segue tranquilo na liderança do ranking desta temporada. Atual pentacampeão, o austríaco é o primeiro colocado com 633 pontos. Os noruegueses Kjetil Jansrud e Henrik Kristoffersen estão empatados na segunda posição com 382. Já o francês Alexis Pinturault é o quarto com 349. 

O interessante é que esta vantagem foi conquistada com apenas uma vitória neste período, no slalom gigante em Alta Badia, na Itália, e outros quatro pódios. O jovem norueguês Henrik Kristoffersen, também especialista nas provas técnicas, venceu duas corridas de slalom em Val d'Isere, na França, e Madonna di Campiglio, na Itália, o colocando na segunda posição do ranking. 

Nas outras provas técnicas, duas vitórias francesas em Val d'Isere. Mathieu Faivre foi o mais rápido noa primeira descida de slalom gigante e Alexis Pinturault venceu a segunda corrida da mesma categoria. Já na rara disputa do Slalom Gigante Paralelo em Alta Badia o triunfo foi de Cyprien Sarrazin, também da França. 

O norueguês Kjetil Jansrud dominou as provas de velocidade. Em quatro corridas ele venceu nada menos do que três delas: o Super G e o Downhill em Val d'Isere e o Super G em Val Gardena, na Itália. Max Franz, da Áustria, venceu o Downhill no alpe italiano. 

Os homens também retornam na Copa do Mundo de esqui alpino nesta terça-feira, dia 27. Eles competem no Super G, downhill e combinado em Santa Caterina, na Itália. Depois, no dia 5 de janeiro, uma corrida de Slalom em Zagreb, na Croácia. 

Marcel Hirscher segue dominante entre os homens (Agence Zoom)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.