Bobsled brasileiro faz história nas duas etapas da Copa do Mundo

Time brasileiro conquistou melhor resultado da história (Divulgação)

O bobsled brasileiro não para de reescrever a história. Os Blue Birds conquistaram seus dois melhores resultados em Copas do Mundo da modalidade nas duas primeiras etapas da competição. Os feitos aconteceram em Whistler, no Canadá, entre 2 e 3 de dezembro, e em Lake Placid, nos Estados Unidos, entre 16 e 17. 

Na pista canadense o Brasil terminou na 16ª colocação da disputa do quarteto, com o tempo combinado de 1min43seg56 - pouco mais de um segundo atrás do russo Alexander Kasjanov, vencedor da etapa. A equipe nacional foi formada pelo piloto Edson Bindilatti e pelos atletas Edson Martins, Odirlei Pessoni e Rafael Souza. 

Depois, em solo norte-americano, o conjunto do país foi o 14º, com 1min49seg79 - praticamente um segundo e meio atrás do time suíço comandado por Rico Peter, vencedor da descida. A equipe brasileira teve a entrada de Denis Parreiras no lugar de Odirlei Pessoni. 

Estes são os melhores desempenhos do país em Copas do Mundo, comprovando a evolução no cenário internacional. Além do excelente resultado no quarteto, os representantes da CBDG participaram das duplas com Edson Bindilatti e Edson Martins. Na primeira etapa o Brasil terminou na 23ª posição, com 53seg79. O trenó vencedor foi da Alemanha, com Francesco Friedrich e Thorsten Margis, com 1min44seg21. Na segunda terminou na 19ª colocação, com 1min52seg86 - Steven Holcomb e Samuel McGuffie, dos EUA, venceram com 1min49seg47. 

Agora, a Copa do Mundo de Bobsled dá um intervalo para as festas de fim de ano e retorna apenas em 2017 na Europa. A terceira etapa da competição acontece em Altenberg, na Alemanha, entre 6 e 7 de janeiro. O Brasil não vai participar desta vez. 

Homenagem à Chapecoense

Na primeira etapa, os Blue Birds prestaram uma homenagem às vítimas da tragédia que matou 71 pessoas no avião que levava a equipe da Chapecoense até Medellin, na Colômbia. Os atletas brasileiros realizaram as suas descidas com uma faixa preta em seus braços, simbolizando o luto que marcou o país nos últimos dias. 

Demais resultados da Copa do Mundo

Além do bobsled masculino, as duas etapas da Copa do Mundo tiveram a disputa entre as mulheres e as corridas de skeleton. No bobsled feminino, em Whistler, a vitória ficou com a dupla canadense Kaillie Humphries/Cynthia Appiah, com 1min46seg53. Já em Lake Placid o triunfo foi das norte-americanas Jamie Greubel Poser e Aja Evans, com 1min52seg02. 

No skeleton feminino, o Canadá conquistou a medalha dourada em Whistler com Elisabeth Vathje, com o tempo de 1min49seg25. Na segunda etapa a austríaca Janine Flock venceu com 1min49seg77. No masculino, o sul-coreano Sungbin Yun surpreendeu e venceu em Whistler com 1min45seg86. Já em Lake Placid o russo Alexander Tretiakov, campeão olímpico, foi o mais rápido ao completar o percurso em 1min46seg49. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.