Bruna Moura vence sprint do Circuito Brasileiro de Rollerski

Bruna Moura no alto do pódio (Divulgação/CBDN)

A atleta Bruna Moura começou bem a sua caminhada rumo aos Jogos Olímpicos de Inverno em 2018, na Coreia do Sul. A jovem conquistou o título da prova de sprint na abertura da terceira etapa do Circuito Brasileiro de Rollerski nesta quarta-feira, dia 12. As provas acontecem em São Carlos, no interior paulista, no Parque Ecoesportivo Damha. 

A representante do Brasil não deu chances para as rivais. Logo na qualificatória ela ficou na primeira posição, mais de doze segundos à frente de Gabriela Neres. Depois, nas baterias eliminatórias, impôs um ritmo forte desde o início e confirmou o título. Mirlene Picin ficou na segunda posição após duelar metro a metro com Leila Mostaço, terceira. Gabriela Neres foi apenas a quarta, à frente da argentina Catalina Gonzales e da chilena Estefania Fuentes. 

"Estou bastante contente com o resultado, até porque tenho treinado bastante. Foi gratificante porque o sprint não é minha especialidade. Era a prova mais curta e também a que mais temia. Tentei abrir um pouco para me sentir segura e na subida ganhei um pouco por conseguir encaixar a técnica V2. Então, depois fiquei tranquila para administrar", comemorou Bruna após o resultado. 

Entre os homens, o primeiro dia do Circuito de Rollerski foi um embate entre experiência e juventude. Victor Santos, da primeira geração do Projeto Social Ski na Rua, liderou a qualificatória, mas um problema no seu bastão nas eliminatórias o eliminaram da disputa. Altair Firmino, 16 anos, e Lucas Lima, 15, eram os destaques brasileiros e duelaram com o chileno Yonathan Fernandez pelo título masculino. 

Altair Firmino não perdeu uma bateria sequer até a final, mas na decisão valeu a experiência e maturidade do atleta do Chile. O jovem brasileiro ficou para trás na largada e não conseguiu tirar a diferença, terminando com a medalha de prata. No bronze, Lucas Lima também não foi páreo para Paulo Santos, que também briga por uma vaga olímpica. 

"Foi um sprint super forte, com competidores de pouca idade e um futuro tremendo. Usei como estratégia classificar sempre, sim, mas guardando o melhor para o final. E deu certo, saí como primeiro na hora certa", comemorou Yonathan Fernandez. 

Nesta quinta-feira, 13 de outubro, acontece a prova de largada coletiva em 12 e 20 quilômetros. A programação do Circuito Brasileiro de Rollerski prossegue até domingo, com provas entre homens, mulheres, sub-16 e paralímpico. 

Confira o depoimento de Bruna Moura após conquistar a medalha de ouro:

video

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.