Brasil conquista cinco medalhas na Copa Patagônica de cross-country

Com duas medalhas, Rhaick Bonfim conquista bons resultados (Divulgação)

Se a equipe júnior de esqui cross-country do Brasil já é reconhecida pelos resultados obtidos, é bom ficarmos de olho no time infanto-juvenil. O país esteve presente no Campeonato Infantil Patagônico, entre os dias 8 e 9 de setembro, e conquistou excelentes resultados para a modalidade. 

No total, a delegação brasileira era composta por apenas quatro atletas - o suficiente para conquistar cinco medalhas, sendo três de ouro e duas de prata. O desempenho fez a CBDN acumular 115 pontos na disputa interclubes, garantindo a segunda posição no esqui cross-country (atrás apenas do Clube Bariloche, que obteve 149 pontos com uma equipe muito maior). 

O grande nome foi o jovem Lucas Lima, dono de duas medalhas de ouro. Primeiro, ele venceu os 6km em técnica livre no sub-16 com o tempo de 20min12seg13. Depois, ao lado de Rhaick Bonfim e Eduarda Ribera, participou do revezamento misto de 3x3km e foi o campeão com 40min18seg - quase dois minutos à frente dos vice-líderes.

Rhaick Bonfim também conquistou a prata na prova dos 6km em técnica livre do sub-16, com o tempo de 21min58seg16. Eduarda Ribera, por sua vez, foi a segunda colocada na prova feminina dos 3km em técnica livre, com 15min38seg08 - quase três minutos à frente da terceira. Por fim, Cláudio Oliveira fechou a boa participação do Brasil com o ouro nos 3km em técnica livre na categoria sub-14. Ele obteve o tempo de 11min47seg37. 

É impressionante a evolução que estes jovens possuem no esqui cross-country. A grande maioria começou com o rollerski no Projeto Ski na Rua, do ex-atleta Leandro Ribela, e já conquista resultados nunca antes obtidos por atletas brasileiros. Dessa forma, a expectativa é que essa nova geração pulverize recordes nacionais no esqui cross-country. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.