Na Europa, bobsled brasileiro se prepara para o Mundial de Push

Equipe brasileira de bobsled está na Inglaterra (Divulgação)

De olho na próxima temporada, que conta pontos para o ranking pré-olímpico dos Jogos de Pyeongchang, em 2018, a equipe brasileira de bobsled resolveu encarar um desafio inédito. O país se inscreveu para participar do Mundial de Push da modalidade, que acontece entre os dias 7 e 10 de setembro, em Mamaia, na Romênia. O evento mede a capacidade de largada dos trenós. 

Para isso, o time embarcou no fim de julho para a Inglaterra, onde participa de uma pré-temporada intensiva e também inédita com as treinadoras Jo Manning e Nicola Minichiello. O objetivo, lógico, é aprimorar ainda mais a parte física e continuar com a evolução registrada pelo bobsled nacional nos últimos anos. 

Ao todo, seis brasileiros estão no Reino Unido para a sessão de treinos: os jovens Rafael Souza, Erick  Vianna e Denis Parreira fazem companhia aos experientes Edson Bindilatti, Edson Martins e Odirlei Pessoni. Ou seja, a equipe masculina está praticamente completa - apenas Marley Linhares não embarcou para a Europa. 

A equipe nacional irá ficar dois meses no Velho Continente e retornam ao país antes da abertura da temporada da Copa América e da Copa do Mundo de bobsled, em novembro. Depois, viagem para a América do Norte atrás dos pontos necessários para encaminhar a classificação olímpica sem sustos tanto nas duplas quanto no quarteto. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.