Brasileiras participam do Mundial de Biatlo de Verão, na Estônia

Brasileiras na Cerimônia de Abertura do Mundial de Biatlo de Verão (Divulgação)

Pela primeira vez um país sul-americano esteve presente na disputa do Mundial de Biatlo de verão. A honra coube ao Brasil, que enviou as atletas Bruna Moura e Gabriela Neres para a disputa da competição em Otepää, na Estônia. As jovens participaram de duas provas neste fim de semana. 

Bruna competiu pela primeira vez na categoria adulto e encarou as melhores atletas de biatlo. Seu melhor desempenho foi na prova de sprint 7,5km, em que ficou na 46ª posição, com o tempo de 28min49seg0 e quatro tiros errados - um desempenho 28,3% superior ao pódio da disputa. A vitória ficou com a ucraniana Olena Pidhrushna, que completou o percurso em 22min18seg5 e um tiro desperdiçado. 

Já na prova de perseguição 10km a brasileira não foi tão bem. Ela ficou na 41ª colocação, com 47min06seg0 e oito tiros ruins, conseguindo um resultado 46,2% superior ao da média das três primeiras colocadas. A vencedora foi a finlandesa Kaisa Makarainen, que fez 30min40seg3 e um tiro errado. 

Gabriela Neres, por sua vez, segue na categoria júnior por mais um ano. Da mesma forma que sua colega de equipe, ela também foi melhor no sprint 7,5km ao terminar na 40ª colocação com o tempo de 29min35seg2 e três tiros desperdiçados - 27,9% acima da média do pódio. A vitória ficou com a ucraniana Anastasiya Merkushyna, com 22min59seg1 e desempenho perfeito nos tiros. 

Por fim, na perseguição 10km, Gabriela foi a 39ª com o tempo de 49min51seg9 e sete tiros ruins (principalmente no último estande). Assim, seu desempenho foi 42,5% superior ao das três primeiras. A russa Natalia Gerbulova foi a mais rápida e levou a medalha de ouro com 33min40seg6 e três tiros errados. 

Tanto a Bruna Moura quanto a Gabriela Neres são vistas como sucessoras de Jaqueline Mourão nas modalidades de endurance de inverno (cross-country e biatlo). As duas retornam para o Brasil e devem aprimorar a parte física para a temporada do hemisfério norte, que começa a partir de novembro. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.