Esportes de inverno marcam presença no revezamento da tocha

Stefano Arnhold conduziu a tocha em São Paulo (Divulgação)

A cidade do Rio de Janeiro vai sediar os Jogos Olímpicos de Verão daqui uma semana e a tocha olímpica passeou pelo Brasil nas últimas semanas. Entre polêmicas, contradições e homenagens, diversos atletas olímpicos tiveram a oportunidade de caminhar com o fogo olímpico - inclusive os atletas de inverno do país. 

Ainda que desconhecidos do grande público, alguns representantes brasileiros nas modalidades de gelo e neve foram lembrados pela organização como homenagem pelas conquistas alcançadas e, principalmente, pela valorização do espírito olímpico.

Pelo menos seis atletas e dirigentes tiveram a honra de conduzir a tocha olímpica neste ano. Pela CBDN, o presidente Stefano Arnhold, a esquiadora Jaqueline Mourão (inclusive de rollerski) e a snowboarder Isabel Clark participaram da festa em diferentes momentos. Já na CBDG, o presidente Emílio Strapasson, o piloto de bobsled Edson Bindilatti e o ex-atleta Ricardo Raschini também tiveram esta oportunidade. Se esqueci algum nome, peço desculpas. 

"O revezamento da tocha é uma grande oportunidade para levar os valores olímpicos e a mensagem do movimento olímpico a todos, além de um poderoso elo com a sociedade de maneira geral. Foi uma honra muito grande poder fazer parte desta importante manifestação que só o esporte consegue proporcionar. Fiquei muito emocionado", afirmou Stefano Arnhold.

Os Jogos Olímpicos de Verão no Rio de Janeiro começam no dia 5 de agosto, com a Cerimônia de Abertura. Depois, em 2018, acontece a disputa de mais uma edição dos Jogos de Inverno, desta vez em Pyeongchang, na Coreia do Sul. 

Emílio Strapasson conduziu no Rio Grande do Sul (Divulgação)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.