Pyeongchang 2018 apresenta mascotes Soohorang e Bandabi

Enquanto os brasileiros contam os dias para a realização dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, a cidade sul-coreana de Pyeongchang, sede da edição de inverno de 2018, também se movimenta. Nesta última semana, o Comitê Organizador local apresentou os mascotes que divertirão os torcedores durante as competições. 

Diferentemente de Sochi, que apostou em três animais (Urso Polar, Lebre e o Leopardo), Pyeongchang escalou o tigre branco Soohorang e o urso preto Bandabi. O anúncio foi feito em Lausanne, na Suíça, e os dois também serão os mascotes nos Jogos Paralímpicos de Inverno de 2018. 

A escolha do tigre remete à forma da Península Coreana e a espécie branca é considerada um animal guardião sagrado - além de remeter à neve, evidentemente. O nome "Soohorang" é uma combinação de diversos significados na língua sul-coreana. "Sooho", por exemplo, representa proteção. Já "Rang" vem da expressão "ho-rang-i", que também significa tigre e é a última palavra de "Jeongseon Arirang", tradicional música da província de Gangwon, onde está localizada a cidade. 

Já o urso é símbolo de força e coragem. O Urso Negro Asiático também representa a província de Gangwon. Já o nome "Bandabi" vem da expressão "bandal" (meia-lua), que está no peito do mascote, e "bi" é a celebração dos Jogos Olímpicos. Os dois animais foram desenhados para expressar um amplo espectro de emoções, como paixão, alegria, entusiamo e amor, e engajar o público. 

"Os mascotes foram concebidos para incorporar a vontade coletiva para uma realização bem sucedida dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2018. Especialistas de várias áreas contribuíram no processo de criação. Agora, eles vão liderar nossas atividades de comunicação e iniciativas de marketing", afirmou Lee Hee-Beom, presidente do Comitê Organizador dos Jogos de Pyeongchang.

Confira o vídeo de apresentação dos mascotes com a participação da ex-patinadora Yuna Kim: 


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.