CBDN encerra temporada e já projeta Jogos Olímpicos de 2018

Stefano Arnhold discursa na Cerimônia de Encerramento da temporada (CBDN)

No último fim de semana de maio a CBDN reuniu os atletas para a tradicional Cerimônia de Encerramento da temporada e, principalmente, iniciar a preparação para o próximo ano de competições. O objetivo da confederação é um só: se aproximar das vagas olímpicas o quanto antes. 

A classificação para os Jogos Olímpicos de Inverno leva em conta os resultados obtidos nas duas temporadas que antecedem o evento poliesportivo. Ou seja, este período começa justamente no dia 1º de julho de 2016, com as provas na América do Sul. 

"Em algumas modalidades, como o snowboard, todas as competições valem pontos para o ranking e o ideal é que nossos atletas não percam nenhuma. Assim, conseguimos encaminhar a classificação olímpica nesta temporada e podemos prepará-los melhor nos meses que antecedem os Jogos de 2018", comentou Stefano Arnhold, presidente da CBDN, com exclusividade ao Brasil Zero Grau. 

A expectativa da entidade é superar o número de participantes na edição de Sochi, em 2014. Na ocasião, a delegação brasileira contou com seis atletas de neve em cinco modalidades. Jaqueline Mourão, no esqui cross-country, está muito próxima do índice A, o que abriria uma vaga a mais no feminino. No esqui alpino, Guilherme Grahn (slalom) e Michel Macedo (super G) também possuem chances de conquistarem boas marcas e abrirem novas posições no time nacional. 

"No caso da Jaqueline é mais provável e conseguiríamos levar mais uma atleta no cross-country. No esqui alpino é um pouco mais difícil para países que não fazem parte da elite levarem mais competidores pelo ranking. Contudo, vamos aguardar a evolução dos nossos jovens", argumenta Stefano. 

O otimismo é explicado pelos ótimos resultados obtidos na última temporada, encerrada oficialmente em abril. Foram 729 largadas em competições internacionais e a participação de mais de 50 atletas. A média de idade da equipe caiu para 26 anos. Jaqueline Mourão e Isabel Clark seguem em grande forma, com ótimos resultados em Copas do Mundo. Por fim, o trabalho dos business plans prossegue de forma satisfatória e até acima do esperado neste momento. 

O primeiro passo da caminhada olímpica começa já no mês que vem, em Ushuaia, na Argentina, com o Campeonato Brasileiro de Esqui Cross-Country. Em agosto e setembro ainda acontecem o nacional de esqui alpino e de snowboard, no Chile! 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.