WADA vai investigar quatro russos campeões olímpicos em Sochi

Cerimônia de encerramento dos Jogos de Sochi (Divulgação)

Após o escândalo de doping no atletismo russo e em outras estrelas do país, como a tenista Maria Sharapova, a denúncia atinge agora o desempenho da Rússia nos Jogos Olímpicos de 2014, em Sochi. As informações foram divulgadas pelos amigos do Surto Olímpico (aqui e aqui). 

Tudo começou quando Vitaly Stepanov, ex-dirigente antidoping da Rússia, foi ao programa 60 minutos, do canal norte-americano CBS e afirmou que quatro campeões olímpicos do país em 2014 competiram dopados. A denúncia, já grave, ganha corpo porque o próprio Stepanov foi o delator que desmoronou o esquema de doping do atletismo russo, resultando na suspensão do país pela IAAF.

Evidentemente que as entidades internacionais não ficaram paradas após essa verdadeira bomba explodir. A WADA (agência mundial antidopagem) já anunciou que vai investigar essa acusação e analisar a veracidade das informações. Caso seja confirmado o doping, a Rússia pode perder as quatro medalhas de ouro, o que a faria cair da primeira para a quarta posição no quadro de medalhas. 

Em 2014, como país-sede dos Jogos de Inverno, a Rússia teve um desempenho surpreendente, com 14 ouros, 11 pratas e 9 bronzes. Por mais que seja uma equipe tradicional nas modalidades de neve e gelo, o resultado foi muito acima do obtido em edições anteriores. Em Vancouver, por exemplo, os russos conquistaram apenas 3 ouros, 5 pratas e 7 bronzes, sendo 15 no total. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.