Michel Macedo conquista a melhor marca da carreira no Super G

Michel Macedo durante os Jogos da Juventude de Inverno (Divulgação/COI)

O brasileiro Michel Macedo certamente não esquecerá tão cedo desta temporada no esqui alpino. Além de conquistar feitos importantes nos últimos meses (incluindo um recorde nacional e uma participação histórica nos Jogos da Juventude), o jovem atleta ainda estabeleceu sua melhor marca da carreira no Super G. O feito foi obtido em uma competição realizada em Mt. Bachelor, nos Estados Unidos, entre os dias 11 e 17 de abril. 

O representante da CBDN participou de cinco provas de velocidade, sendo quatro delas no Super G e apenas uma no downhill, e mostrou que está cada vez mais à vontade com essas duas categorias de esqui alpino - indo na contramão da tradição brasileira, que privilegia competições técnicas (slalom e slalom gigante). 

Logo na primeira prova do Super G, Michel terminou na oitava posição geral, com o tempo de 1min06seg69 e 52.98 pontos FIS. Esta foi a melhor marca conquistada pelo jovem em sua curta carreira nesta categoria e próximo do recorde nacional (49.52), estabelecido por Nikolai Hentsch no distante ano de 2006. A vitória foi do norte-americano Cameron Cain, com 1min06seg05 e 42.52 pontos. 

Nas outras três descidas do Super G ele conseguiu bons resultados. Na segunda prova ficou na 25ª colocação, com 1min05seg13 e 82.81 pontos FIS - o vencedor foi Cody Wilson, dos Estados Unidos, com 1min02seg52 e 37.72 pontos. Depois, o brasileiro foi o 14º, com 1min04seg32, 68.43 pontos FIS e pouco mais de um segundo e meio atrás de Cole Janco, vencedor da prova. Na última descida ele ficou na 26ª posição, com 1min09seg75 e 75.10 pontos FIS - Wilson levou mais um ouro ao marcar o tempo de 1min07seg65. 

Por fim, Michel Macedo ainda competiu em uma corrida de downhill e também manteve a boa fase na temporada. Ao terminar na 19ª posição, com 1min16seg22 e 83.65 pontos FIS, o jovem estabeleceu a segunda melhor marca de sua carreira nesta categoria, considerada a mais rápida do esqui alpino. Cody Wilson conquistou seu terceiro ouro com o tempo de 1min13seg83. 

Diferentemente do seu colega de equipe Guilherme Grahn, que ainda caça neve na Suécia para poder competir no esqui alpino, Michel Macedo se despediu da temporada 2016 com esta competição. Mais amadurecido e em grande fase, ele possui chances reais de conquistar uma vaga para os Jogos Olímpicos de 2018, na Coreia do Sul. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.