Brasileiros participam do Festival Ridderweek de esporte paralímpico

Thomaz Moraes em ação na Noruega (Divulgação/CBDN)

Dois futuros atletas paralímpicos de inverno do Brasil estão em Beitostolen, na Noruega, para a disputa do Festival Ridderweek, considerado o maior festival de esporte paralímpico de neve. Thomaz Moraes e Everaldo Arando são os representantes do país no evento, que conta com apoio do Comitê Paralímpico Internacional. 

Thomaz compete na classe standing (em pé), enquanto que Everaldo está na classe sitting (para usuários com cadeira de rodas). Ambos são de Jundiaí e começaram a praticar atividades físicas graças ao Programa de Esportes e Atividades Motoras Adaptadas (PEAMA), da prefeitura local.

Na Noruega, eles estão acompanhados por Leandro Ribela, ex-atleta olímpico e atual treinador da equipe júnior de endurance do Brasil. Além de treinamentos na neve e outras atividades, eles participaram de competições entre os dias 3 e 10 de abril ao lado de outros 400 competidores. 

"A neve é um pouco diferente do rollerski, mas é ótima para treinar. É bem mais fácil agora, pois os treinos no Brasil ajudaram bastante com a técnica, que é muito parecida",a admitiu Thomaz. "Tive uma experiência nova no Biatlo, que foi excelente", afirmou Everaldo ao site da CBDN. 

Os dois atletas brasileiros começaram no cross-country paralímpico graças ao projeto da Fundação Agitos com o Comitê Paralímpico Brasileiro e a CBDN. O objetivo, claro, é promover o desenvolvimento do esqui cross-country e biatlo paralímpico na América do Sul. Após várias fases, os primeiros atletas foram selecionados e iniciaram os treinamentos com o rollerski. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.