Suíça é a campeã do Mundial feminino de Curling em 2016

Suíça comemora quarto título em cinco anos (WCF/Michael Burns)

As japonesas tentaram, lutaram, encantaram, mas terminaram a caminhada histórica no Mundial feminino de Curling desta temporada com a medalha de prata. Na decisão, realizada neste domingo à noite, no Canadá, consagrou a experiência e tradição da equipe suíça. A final terminou em 9 a 6 para o país europeu. 

Este foi o terceiro título seguido da Suíça na competição e o quarto troféu em cinco anos - dois deles sob o comando da equipe de Binia Feltscher. O Japão, por sua vez, faz sua melhor campanha na história e sobe ao pódio pela primeira vez. 

Da mesma forma que nas duas partidas anteriores, ambas vencidas pela Suíça, a decisão também foi equilibrada. No sexto end, por exemplo, o placar apontava 3 a 2 para o Japão. A partir daí, porém, o jogo pegou fogo e viu as atletas alternarem bons momentos com alguns erros graves.

No sétimo end, Feltscher conseguiu armar uma ótima estratégia e fez três pontos, virando o placar para 5 a 3. No oitavo, Satsuki Fujisawa deu o troco, se recuperando com dois bons lançamentos e também conquistando três pontos, deixando o jogo em 6 a 5. No penúltimo end, mais dois pontos suíços, uma vitória parcial de 7 a 6, mas o martelo nas mãos das asiáticas. 

Foi neste ponto que a experiência falou mais alto. As europeias conseguiram envolver as rivais em sua estratégia e não deixaram outra alternativa para elas: ou marcavam um ponto e levavam o jogo para o end extra, ou deixavam o troféu escapar. Aí a pedra de Fujisawa pesou uma tonelada. Na verdade, deve ter pesado um grama, pois ela exagerou na força, não conseguiu posicioná-la no botão e viu o título inédito escapar. 

"Nós tivemos uma boa chance de conquistar o ouro, mas não conseguimos. Nós sabemos que somos felizardas de ter chegado à final e vamos nos esforçar mais para tentar chegar até aqui no próximo ano", comentou Satsuki Fujisawa, a jovem skip japonesa.

A disputa do terceiro lugar, entre Rússia e Canadá, também foi disputada. As duas seleções trocaram pontos, mas no fim a vitória ficou com as russas por 9 a 8 - é o terceiro triunfo da equipe sobre as canadenses neste Mundial feminino de Curling. Além disso, é o terceiro bronze seguido do time de Anna Sidorova na competição. Já as canadenses estão fora do pódio pela primeira vez desde 2009. 

Após a definição entre as mulheres, a temporada do Curling prossegue nas próximas semanas. No dia 2 de abril, por exemplo, começa o Mundial masculino em Basel, na Suíça. - a Suécia é a atual campeã. Depois, entre os dias 16 e 23 de abril, acontece o Mundial de Duplas Mistas na cidade sueca de  Karlstad - nesta última, o Brasil estará presente com Marcelo Mello e Aline Gonçalves. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.