Lindsey Vonn e Marcel Hirscher mantêm liderança no esqui alpino

Marcel Hirscher (AgenceZoom)

Atuais líderes da Copa do Mundo de Esqui Alpino, o austríaco Marcel Hirscher e a norte-americana Lindsey Vonn seguem na ponta da competição e se aproximam cada vez mais do título desta temporada. Eles estiveram na etapa realizada no último fim de semana, entre os dias 26 e 28 de fevereiro. 

Os homens participaram de três provas em Hinterstoder, na Áustria, e Hirscher sequer precisou vencer para ampliar a vantagem no ranking internacional. Na primeira prova do slalom gigante, ele foi o segundo colocado, atrás do francês Alexis Pinturault, ouro com 2min31seg72 - Thomas Fanara, também da França, completou o pódio. 

Depois, no Super G, o austríaco ficou na terceira posição (em uma especialidade que ele não domina). O vencedor foi o norueguês Aleksander Aamodt Kilde, com o tempo de 1min29seg89, e o esloveno Bostjan Kline ficou com a medalha de prata. Por fim, na segunda corrida de slalom gigante, Hirscher novamente foi prata e ficou atrás de Pinturault, que fez 2min43seg88 - o norueguês Henrik Kristoffersen foi bronze. 

Dessa forma, Marcel Hirscher tem 1365 pontos, quase 300 de diferença para Kristoffersen, o vice-líder. Aksel Svindal que se lesionou no mês passado e está fora da temporada, ainda é o terceiro com 916. Os homens voltam a competir na Copa do Mundo de esqui alpino em Kranjska Gora, na Eslovênia, entre 4 e 6 de março. 

Já nas mulheres, Lindsey Vonn segue com uma vantagem apertada sobre a suíça Lara Gut, vice-líder do ranking internacional. No Super G, realizado no sábado em Soldeu El-Tarter, no Principado de Andorra, nenhuma das duas teve uma boa colocação. A norte-americana abandonou a corrida e a rival foi a 16ª. A vitória foi da italiana Federica Brignone, com 57seg33, deixando Laurenne Ross, dos EUA, com a prata, e a austríaca Tamara Tippler com o bronze. 

Depois, no combinado alpino, Lindsey Vonn até liderou o Super G, mas sua falta de habilidade no slalom a deixou a 13ª colocação - enquanto que Lara Gut abandonou na segunda descida. Dessa forma, o ouro ficou com a canadense Marie-Michele Gagnon, com o tempo de 1min43seg66 - Wendy Holdener, da Suíça, foi a segunda e Anne-Sophie Barthet, da França, completou o pódio. 

A atleta dos Estados Unidos possui 1235 pontos, apenas 28 à frente de Lara Gut. A alemã Viktoria Rebensburg é a terceira com 914. No próximo fim de semana, as mulheres competem em Jasna, na Eslováquia, pela Copa do Mundo de Esqui Alpino. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.