Copa do Mundo de Esqui Livre define mais três campeões em 2016

Com a reta final das competições de neve, os esportes de inverno começam a definir os campeões da temporada 2015-2016. No esqui livre, por exemplo, o último fim de semana consagrou três campeões nas provas de cross e moguls. Confira os resultados: 


Esqui Livre Cross

Anna Holmlund (GEPA Pictures)
A sueca Anna Holmlund e o francês Jean Frederic Chapuis nem precisaram vencer a etapa realizada em Pyeongchang, no dia 28 de fevereiro, para conquistarem o título da Copa do Mundo da modalidade. Com apenas uma etapa a ser realizada, eles não podem ser alcançados pelos rivais no ranking da competição.

A terceira posição de Holmlund, atrás apenas da austríaca Andrea Limbacher, ouro, e da canadense Kelsey Serwa, prata, garantiu à atleta 875 pontos, 218 de vantagem sobre a vice-líder Marielle Thompson, do Canadá. Como resta apenas a prova de Arosa, na próxima semana, ela já pode comemorar o bicampeonato no esqui cross. 

Situação semelhante à vivida pelo francês Jean Frederic Chapuis. Atual campeão olímpico, ele conquistou o bicampeonato da Copa do Mundo de esqui cross ao terminar na terceira posição na etapa sul-coreana (Bastien Midol, também da França, foi ouro e Paul Eckert, da Alemanha, prata). 

No ranking masculino, Chapuis tem 644 pontos, contra 523 do canadense Brady Leman - o suficiente para comemorar o título com uma prova de antecipação. A última etapa vai acontecer no dia 4 de março em Arosa, na Suíça. 

Moguls

O canadense Mikael Kingsbury, principal nome do esqui freestyle na atualidade, confirmou o favoritismo e conquistou o pentacampeonato da Copa do Mundo de Esqui Livre Moguls. O feito foi obtido na etapa realizada em Tazawako, no Japão, no último fim de semana. 

Mikael Kingsbury (Hiroyuki Sato/Satton Press)
O atleta do Canadá foi o primeiro colocado no Dual Moguls após vencer o norte-americano Thomas Rowley na final (Benjamin Cavet, da França, foi bronze) e ficou com a prata no Moguls, atrás apenas de Bradley Wilson, dos Estados Unidos - Matt Graham, da Austrália, completou o pódio.

No ranking da Copa do Mundo de Moguls, Kingsbury tem 605 pontos, 127 acima de Graham, o vice-líder. Com apenas uma prova em disputa (100 pontos), ele não pode ser mais alcançado pelos rivais. 

Apenas na categoria feminina a competição segue indefinida. Na etapa japonesa, por exemplo, a francesa Perrine Laffont ganhou a prova de Moguls, à frente das canadenses Chloe Dufour-Lapointe (prata) e Audrey Robichaud (bronze), enquanto que Deborah Scanzio, da Suíça, foi a melhor no Dual Moguls - Robichaud foi a segunda e Chloe Dufour-Lapointe ficou na terceira posição. 

Dessa forma, no ranking da Copa do Mundo, Chloe Dufour-Lapointe assume a liderança com 458 pontos, apenas nove à frente de sua irmã Justine. As duas decidem quem conquista o título da temporada na última etapa, que vai ser realizada em Moscou, na Rússia, no dia 5 de março. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.