Lara Gut vence e impede vantagem de Lindsey Vonn no esqui alpino

Lara Gut voltou a vencer nesta temporada (Agence Zoom)

Mais do que uma simples vitória na temporada, o triunfo de Lara Gut no Super G da Copa do Mundo de Esqui Alpino em Garmisch-Partenkirchen, na Alemanha, manteve aberta a disputa pelo título da competição. Isso porque ela impediu que a norte-americana Lindsey Vonn ampliasse a vantagem na liderança do ranking.

Lara Gut completou o percurso em 1min20seg51, à frente da alemã Viktoria Rebensburg, prata, e da própria competidora dos EUA, medalhista de bronze. Dessa forma, ela chegou aos 973 pontos, contra 1060 de Vonn na Copa do Mundo de Esqui Alpino - a vantagem, portanto, continua sendo "apenas" uma vitória. 

Isso porque no sábado, também em Garmisch-Partenkirchen, tudo apontava para um domínio de Lindsey Vonn. Ela simplesmente destroçou as adversárias e venceu o downhill com 1min40seg80, quase dois segundos à frente da suíça Fabienne Ruiter, segunda colocada - Rebensburg foi bronze. 

Agora, Lara Gut conta com o apoio do próprio país para retomar a liderança: a próxima etapa da Copa do Mundo de esqui alpino acontece em Cras Montana, na Suíça, entre 11 e 15 de fevereiro. 

Masculino

Os homens estiveram presentes em Jeongseon, na Coreia do Sul, e também correram uma prova de Super G e outra de Downhill pela Copa do Mundo de esqui alpino. Sem o lesionado Aksel Lund Svindal, grande nome das provas de velocidade nesta temporada, as medalhas de ouro foram divididas. 

O norueguês Kjetil Jansrud, atual vice-campeão da competição, venceu o Downhill com 1min41seg38, apenas dois décimos à frente do italiano Dominik Paris, segundo colocado, e quatro décimos do norte-americano Steve Nyman, terceiro. 

Depois, no Super G, o veterano suíço Carlo Janka venceu a disputa com 1min26seg16, quebrando um tabu de um ano sem vitórias. O italiano Christof Innerhoffer ficou com a medalha de prata, quase um segundo atrás. Já o austríaco Vincent Kriechmayr completou o pódio. 

No ranking, nada alterado. Marcel Hirscher, que compete apenas no slalom e slalom gigante, segue líder com 1005 pontos. Lund Svindal ainda é o segundo colocado, com 916, e o norueguês Henrik Kristoffersen, que também participa apenas de provas clássicas, é o terceiro com 871. Os homens voltam a competir já no próximo fim de semana, dias 13 e 14 de fevereiro, em Yuzawa Naeba, no Japão.

Carlo Janka vence prova na recém-inaugurada pista na Coreia do Sul (Agence Zoom)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.