Guilherme Grahn encara provas de velocidade no esqui alpino

Guilherme Grahn (Divulgação/CBDN)

O brasileiro Guilherme Grahn, um dos principais nomes da equipe de esqui alpino do país, encarou uma aventura diferente neste último fim de semana em Duved, na Suécia. Especialista em provas clássicas (slalom e slalom gigante), ele encarou uma corrida de downhill e duas de Super G. 

No sábado, dia 13, no downhill, Guilherme ficou na 45ª colocação, com o tempo de 2min07seg22 e 160.68 pontos FIS - muito acima da média que ele obtém nas categorias mais clássicas. O vencedor foi o norueguês Thomas Vassbotn, com 1min58seg68 e 70.73 pontos FIS. 

Já no domingo, dia 14, o brasileiro participou de duas provas de Super G. Na primeira, ele ficou na 29ª posição com 1min10seg13 e 114.07 pontos FIS - Vassbotn venceu novamente, com 1min06seg66. Depois, na última corrida, foi 31º com o tempo de 1min10seg29 e 112.51 pontos FIS. O também norueguês Stian Myrseth foi o campeão com 1min06seg91. 

A temporada de esqui alpino já está em sua reta final, mas Guilherme Grahn deve participar de mais algumas provas até o início de abril. Aliás, é no fim das competições que as marcas FIS costumam baixar - no ano passado, por exemplo, ele quebrou o recorde brasileiro por duas vezes no slalom.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.