Brasil participa da penúltima etapa da Copa do Mundo de Bobsled

Equipe brasileira durante treinamento (Divulgação/CBDG)

A equipe brasileira de bobsled participou da penúltima etapa da Copa do Mundo da modalidade neste fim de semana. O país participou da prova do quarteto masculino, realizada em St. Moritz, na Suíça, e conquistou um bom resultado para o ranking desta temporada. 

Os blue birds terminaram na 24ª posição dentre os 28 trenós que participaram da disputa. No total, a equipe, composta por Edson Bindilatti, Edson Martins, Denis Parreiras e Rafael Souza, conseguiu o tempo de 1min06seg85 - apenas os vinte melhores trenós avançam para a descida decisiva. 

A Alemanha conquistou o ouro com a equipe de Maximilian Arndt, que obteve o tempo combinado de 2min11seg88. A Áustria, com o piloto Benjamin Maier, ficou com a medalha de prata e a Letônia, com Oskar Melbardis, completou o pódio. Com a vitória, Maximilian Arndt lidera o ranking da Copa do Mundo de Bobsled no quarteto, com 1490 pontos. O também alemão Francesco Friedrich é o segundo, com 1370. Apenas um desastre tira o título do primeiro colocado na última etapa. 

Na disputa masculina das duplas, a vitória ficou com Beat Hefti e Alex Baumann, atletas da casa e que conseguiram 2min12seg60. Os norte-americanos Steve Holcomb e Carlo Valdes ficaram na segunda posição, 18 centésimos atrás, e os alemães Nico Walther e Christian Poser conquistaram o bronze. Na disputa do título da temporada, a liderança ainda é do sul-coreano Yunjong Won, que possui 1337 pontos. Nico Walther é o segundo, com 1274, e segue firme na briga pelo troféu. 

Já entre as mulheres, a norte-americana Elana Meyers Taylor voltou a competir na Copa do Mundo de Bobsled após quatro etapas e venceu com 2min16seg53. As alemãs Anja Schneiderheinze e Annika Drazek foram as segundas colocadas e as canadenses Kaillie Humphries e Melissa Lotholz completaram o pódio. No ranking, Humphries lidera com 1510 pontos, contra 1452 de Jamie Greubel Poser, dos EUA. 

Skeleton

A cidade suíça também sediou a penúltima etapa da Copa do Mundo de Skeleton. Pela primeira vez na temporada, o letão Martins Dukurs não venceu uma prova. Ele foi o segundo colocado, empatado com seu irmão, Tomass, e ficou atrás do sul-coreano Sungbin Yun, que fez o percurso em 2min18seg26 - que conquistou a primeira vitória do país asiático na história do skeleton!

Entretanto, isso não diminui a enorme vantagem construída no ranking desta temporada. Martins Dukurs tem 1560 pontos, contra 1365 de Yun. Com apenas 225 pontos em disputa, só uma tragédia impete o atleta da Letônia de comemorar mais um título da Copa do Mundo de Skeleton. 

A temporada também está praticamente decidida entre as mulheres. A alemã Tina Hermann foi a segunda colocada em St. Moritz, atrás apenas da austríaca Janine Flock, que obteve o tempo 2min22seg49 (Marina Gilardoni, da Suíça, foi a terceira), mas lidera o ranking com 1512 pontos. A vice-líder é sua compatriota Jacqueline Lölling, que tem apenas 1340 pontos.  

A última etapa da Copa do Mundo de Bobsled e Skeleton acontece no fim de fevereiro, entre os dias 26 e 28, em Königssee, na Alemanha. Antes, porém, acontece a disputa do Mundial das duas modalidades em Igls, na Áustria, entre 12 e 21 de fevereiro. 

Cena rara: Martins Dukurs na segunda posição do pódio (Divulgação/IBSF)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.