Therese Johaug e Martin Sundby conquistam Tour de Ski

Martin Sundby e Therese Johaug: campeões (NordicFocus)

No fim, deu a lógica na décima edição do Tour de Ski, encerrado neste domingo, dia 10 de janeiro, em Val di Fiemme, na Itália. Os noruegueses Martin Sundby e Therese Johaug, líderes da Copa do Mundo de esqui cross-country e principais nomes do esporte na atualidade, conquistaram o título. 

Johaug usou sua experiência para superar a compatriota Ingvild Oestberg na última etapa e levar o bicampeonato (havia vencido em 2014). Já Sundby ratificou seu domínio no esporte ao conquistar o tricampeonato seguido, igualando o número de títulos do suíço Dario Cologna. 

Na disputa feminina, a norueguesa teve que abusar de sua experiência para conquistar mais um troféu. Na sexta etapa, com uma prova de 5km em técnica livre na cidade italiana de Toblach, Therese Johaug ficou fora do pódio e viu Oestberg ser a terceira colocada, atrás apenas da norte-americana Jessica Diggins, vencedora com 13min15seg5, e da compatriota Heidi Weng, medalhista de prata. 

No dia 9 de janeiro, já na prova de 10km em técnica clássica, Johaug foi a terceira, atrás de Heidi Weng, que venceu ao marcar 29min16seg3, e de Oestberg, que ampliou a vantagem na liderança do Tour de Ski feminino. 

Porém, na última prova (9km uphill), faltou fôlego para Ingvild Oestberg conquistar o primeiro título de sua carreira. Administrando bem a prova, Therese Johaug largou atrás, mas conseguiu passar a então líder e vencer com 33min53seg5. Oestberg chegou na segunda posição e Heidi Weng completou o pódio. 

Na classificação final, Therese Johaug teve o tempo total de 2h40min34seg8, mais de dois minutos à frente de Oestberg. Na Copa do Mundo, ela também ampliou a vantagem, chegando aos 1384 pontos, contra 1195 da colega de equipe. 

Masculino

Entre os homens, Martin Sundby foi soberano e praticamente não deu chances para os rivais. Em Toblach, com uma prova de 10km em técnica livre, ele foi o segundo colocado, apenas quatro segundos atrás do também norueguês Finn Haagen Krogh - o francês Maurice Manificat completou o pódio.

Depois, nos 15km em técnica clássica em Val di Fieme, Martin Sundby voltou ao alto do pódio com o tempo de 39min55seg2, à frente de Niklas Dyrhaug, da Noruega, e do cazaque Alexey Poltoranin, respectivamente o segundo e terceiro colocados. 

Com uma vantagem na liderança, bastou ao competidor norueguês administrar o esforço e vencer os 9km com o tempo de 30min47seg0. Finn Haagen Krogh foi o segundo, mais de três minutos atrás. Já o russo Sergey Ustiugov ficou em terceiro. No total, Sundby teve 3h47min18seg2 no Tour de Ski. Já na Copa do Mundo, ele chegou a 1422 pontos e ampliou a liderança. Finn Krogh é o segundo, com 872, ultrapassando Peter Northug Jr. 

Os atletas de esqui cross-country terão apenas uma semana para descansar. A Copa do Mundo retorna entre 16 e 17 de janeiro em Planica, na Eslovênia. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.