Brasil confirma mais três vagas para os Jogos da Juventude

Altair Firmino e Lucas Martins brigam por vaga no cross-country (Divulgação/CBDN)

Acabou neste domingo o período pré-olímpico para os jovens que sonham com a classificação aos Jogos da Juventude de Inverno. A competição acontece daqui um mês em Lillehammer, na Noruega, e vai contar com onze atletas brasileiros na competição - um recorde para o país. 

Isso porque nesta segunda-feira a FIS (Federação Internacional de Esqui) divulgou a primeira lista após o encerramento da classificação olímpica e a CBDN conseguiu conquistar três vagas: uma no esqui alpino, uma no cross-country e outra no snowboardcross. A entidade tem até o dia 14 para confirmar essas posições e indicar os nomes dos atletas. 

Foi no snowboard, aliás, a classificação mais difícil. O Brasil ficou na lista de realocações por muito tempo e precisou esperar até agora para ver a confirmação. Isso porque o jovem Lucas Alves é o único representante do país na categoria júnior do snowboard e ele, sozinho, teve que somar pontos para aparecer no ranking. 

As classificações no cross-country e esqui alpino foram mais tranquilas. Na prova de endurance, o país contou com os resultados dos jovens provenientes do Projeto Ski na Rua na última temporada e confirmou uma vaga. No esqui alpino, Michel Macedo e Guilherme Grahn conquistaram excelentes resultados e ajudaram a garantir uma posição para o Brasil nos Jogos da Juventude de Inverno. 

Com estas três cotas, a CBDN cumpre com o objetivo traçado no ano passado. Pedro Cavazzoni, então superintendente técnico da entidade, já havia confirmado para o Brasil Zero Grau a intenção de levar três atletas para Lillehammer. Bom, missão dada, missão cumprida!

Com oito atletas já confirmados pela CBDG (quatro no curling, dois no monobob e dois no skeleton), o time brasileiro levará nada menos do que onze competidores para os Jogos Olímpicos da Juventude de Inverno. Um número bem maior do que os dois competidores que representaram o país em 2012, na primeira edição do evento! E que mostra um planejamento das duas entidades em garantirem um futuro mais tranquilo para os esportes de inverno. 

Confira os representantes brasileiros 

  • Monobob: Marley Linhares (masculino) e Jéssica Victória (feminino)
  • Skeleton: Robert Barbosa (masculino) e Laura Nascimento (feminino)
  • Curling: uma equipe mista (Elian Rocha, Victor César Santos, Giovanna Barros e Raíssa de Sousa Rodrigues)
  • Snowboard: Lucas Alves (único representante masculino do país)
  • Cross-Country: uma vaga masculina (Altair Firmino e Lucas Martins brigam pela classificação)
  • Esqui Alpino: uma vaga masculina (Michel Macedo e Nathan Alborghetti brigam pela vaga)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.